VENHA, SENTE-SE CONOSCO!

Pronto, vamos fazer uma pausa, deixando de lado todos os nossos “inúmeros afazeres”.
Haverá tempo suficiente para todos eles mais tarde …
Preparei a lareira perfeita para nós. O fogo vai durar a noite inteira — suficiente para todas as nossas “histórias dentro de histórias”.
Um momentinho só, enquanto termino de lavar a mesa com menta fresca.
Pronto, vamos usar a louça bonita. Vamos beber o que estávamos reservando para “uma ocasião especial”.
Sem dúvida, “uma ocasião especial” é um momento em que nossa alma esteja presente.

Você já percebeu? “Reservar” para outra hora é o jeito que o ego tem de dizer, rabugento, que não acredita que a alma mereça prazer no dia-a-dia. Mas ela merece, de verdade.

A alma sem dúvida merece.
Por isso vamos nos sentar um pouco, comadre, só nós duas ..

que as outras estão chegando ……

Mulheres Despertas! Momentos inesquecíveis!

Acabei de chegar! Conheça nossas atividades!

Loja Despertar FemininoLoja Despertar Feminino

Nossos próximos encontros. Para saber mais acesse a agenda completa!

mar
15
qui
Jornada das Matriarcas – São Luís do Maranhão @Espaço Despertar Feminino MA
mar 15 2018@19:30 – maio 9 2019@21:30
Jornada das Matriarcas - São Luís do Maranhão @ Espaço Despertar Feminino MA

Ao longo dos tempos, entre os Kiowas, Cherokee, Iroquois, Seneca e em várias outras tribos nativas norte-americanas, as anciãs contavam e ensinavam, nos Conselhos de Mulheres e em suas Tendas Lunares, as tradições herdadas de suas antepassadas. Dentre várias dessas lendas e histórias, sobressai a lendas das “Treze Mães das Tribos Originais”, representando os princípios da energia feminina manifestados nos aspectos da Mãe Terra e da Vovó Lua.

Conta a lenda que, no início da vida no nosso planeta, havia abundância de alimentos e igualdade entre os sexos e as raças. Mas, aos poucos, a ganância pelo ouro levou à competição e à agressão; a violência resultante desviou a Terra de sua órbita, levando-a a cataclismos e mudanças climáticas. Em consequência, para que houvesse a purificação necessária do planeta, esse primeiro mundo foi destruído pelo fogo.

Assim, com o intuito de ajudar em um novo início e restabelecer o equilíbrio perdido, a Mãe Cósmica, manifestada na Mãe Terra e na Vovó Lua, deu a humanidade um legado de amor, perdão e compaixão, resguardado no coração das mulheres. Para isso, treze partes do Todo foram manifestadas no mundo material como as Trezes Matriarcas, representando as treze lunações de um ciclo solar e atributos de força, beleza, poder e mistério do Sagrado Feminino. Cada uma por si só e todas em conjunto, começaram a agir para desenvolver às mulheres a força do amor e o bálsamo do perdão e as trezeda compaixão que iriam se manifestar em um novo mundo de paz e iluminação, quando os filhos da Terra teriam aprendido todas as lições e alcançado a sabedoria.

Cada Matriarca detinha no seu coração o conhecimento e a visão e no seu ventre a capacidade de gerar sonhos. Na Terra, elas formaram um conselho chamado “A Casa da Tartaruga” e, quando voltaram para o interior da Terra, deixaram em seu lugar treze crânios de cristal, contendo toda a sabedoria por elas alcançada.

Por meio dos laços de sangue dos ciclos lunares, as Matriarcas criaram uma Irmandade que une todas as mulheres e visa a cura da Terra, começando com a cura das pessoas. Cada uma das Matriarcas detém uma parte da verdade representada, simbolicamente, em cada uma das treze lunações. Conhecendo essas verdades milenares e a sabedoria dos ancestrais, as mulheres atuais podem recuperar sua força interior, desenvolver seus dons, realizar seus sonhos, compartilhar sua sabedoria e trabalhar em conjunto para curar e beneficiar a humanidade e a Mãe Terra. (1) Mirella Faur

A antiga tradição dessa Irmandade foi transmitida a Jamie Sans por duas anciãs da tribo Kiowa em 1970. O objetivo da Irmandade é proporcionar as mulheres ritos de passagem e práticas eficientes para seu fortalecimento pessoal, alinhamento familiar e grupal, a cura dos desequilíbrios coletivos e planetários.

Nossos antepassados viam a passagem dos ciclos e estações observando que treze luas se passaram antes da mesma estação retornar o que chamamos de Arco Sagrado ou Roda Medicinal. Este circulo unificado representa a relação sagrada de toda a vida para toda a Terra. O Arco Sagrado, também representa o caminho anual que nossa Mãe Terra fez em torno do Avô Sol, através do céu ou órbita. A Órbita da viagem que Avó Lua faz em torno de nossa Mãe Terra é outro ciclo dando aos Ancestrais uma compreensão da importância de todos os ciclos concêntricos trazendo vida na unidade e harmonia.

Hoje os conhecimentos do Conselho das Matriarcas são transmitidos oralmente por mulheres com a missão de honrar a herança da espiritualidade feminina, fortalecer a Irmandade e promover o desenvolvimento dos dons e habilidades em outras mulheres mantendo o equilíbrio das Leis Sagradas Universais.

O vento da noite chegou clamando, batendo na minha porta, se esgueirando pelas frestas da antiga tenda e trazendo os espíritos renascidos dos ossos das Mães dos Clãs. Eu ouvi as batidas do tambor e as canções sopradas pelo vento. Tinha chegado o momento; cobri-me com meu xale e dancei a noite inteira para celebrar, pois o búfalo tinha retornado. – Jamie Sams

Ao todo serão 27 encontros, sendo 26 da jornada das Matriarcas (2 por mês) e um de fechamento em uma jornada de imersão de final de semana.

Serão dois encontros mensais onde você estará trabalhando a energia da Matriarca da Lunação. Os encontros são as quintas-feiras das 20:00 as 21:30 em Maceió!
Estaremos juntas trilhando a sabedoria do Clã das Matriarcas!

Será um trabalho de percepção e sensibilização da força da união e preservação dos princípios da comunidade, aliando arteterapia e meditação com suporte psicoemocional.
Estudaremos as 13 atitudes éticas, como um mapa auxiliar na jornada do crescimento, e seus temas centrais.
1 – As Relações
2 – As Tradições Sagradas
3 – A Igualdade
4 – A Visão
5 – A Escuta
6 – A Contadora de Histórias
7 – O Amor Incondicional
8 – A Curadora
9 – O Poente
10 – A Tecelã
11 – A Liderança
12 – A Gratidão
13 – A Compaixão

_____________________________________________________

Conteúdo e calendário abaixo:

A Primeira Matriarca: “Aquela que fala com todos os Seres” 15/03 e 29/03/2017
Guardiã do aprendizado e da verdade rege o tempo e as estações, nos ensina a sabedoria do ritmo da vida e a comunhão com a natureza para o equilíbrio do espírito.

A Segunda Matriarca: “A Guardiã das Tradições Sagradas” – 05/04 e 26/04/2017
Guardiã da Sabedoria rege as tradições sagradas e a memória do conhecimento planetário, nos dá a noção de família como um todo, reafirmando os laços com nossos irmãos da criação, nos ensina a encontrar sabedoria, aceitando o espaço sagrado de cada ser.

A Terceira Matriarca: “Aquela que pesa a verdade” – 03/05 e 24/05/2017
É a guardiã das gerações futuras, nos ensina a encontrar a verdade pessoal encarando o futuro sem medo e manifestando as nossas visões na terra.

A Quarta Matriarca: “Aquela que vê longe” – 07 e 28/06/2017
É a guardiã dos sonhos, nos ensina a usar a força de nossos pensamentos e sentimentos para alcançar o que desejamos, rege a magia da vontade e nos guia para o descobrimento de nosso potencial pessoal.

A Quinta Matriarca: “Aquela que Ouve” – 12 e 26/07/2017
É a guardiã do silêncio, nos ensina a silenciar para ouvir a voz interior que nos guia,as mensagens que estão ocultas e o silêncio pode revelá-las.Encontrando assim a calma e a paz necessária para transformarmos as nossas vidas.

A Sexta Matriarca: “A Contadora de Histórias” – 09/08 e 30/08/2017
Nos ensina o equilíbrio entre o sagrado e o profano, ensina por meio de contos e histórias já vivenciadas, preserva a tradição oral de nossos ancestrais, e busca ensinar através da experiência. Nos ensina o relacionamento correto com os nossos irmãos da criação.

A Sétima Matriarca: “Aquela que Ama Todas as Coisas” – 13/09 e 27/09/2017
Guardiã do amor incondicional, ensina o amor e a compaixão e a amar o self sem restrições.Ela nos ajuda a curar as feridas do passado.

A Oitava Matriarca: “Aquela que cura” – 18/10 e 25/10/2017
A guardiã das plantas e raízes, que nos auxilia a utilizar os poderes da natureza em nossa cura.

A Nona Matriarca: “Aquela que anda com firmeza” – 08 e 29/11/2017
É a mãe da inovação e perseverança, mostra que somos capazes de fazer mudanças por nós mesmos, nos ensina a medida adequada de vontade e poder para transmutar nossas fraquezas, a não depender dos outros para agir.

A Décima Matriarca: “Aquela que tece a teia” –  07 e 14/02/2018
Nos ensina a desenvolver nossas habilidades, destruindo limitações, nos dando o poder de materializar nossos sonhos.

A Décima Primeira Matriarca: “Aquela que protege os caminhos” – 21 E 28/03/2018
A guardiã da liderança e dos nossos caminhos, aquela que nos ensina andar com firmeza.

A Décima Segunda Matriarca: “Aquela que agradece as dádivas” – 11 e 25/04/2018
Não importa a dificuldade ou desafio deve-se agradecer por essas oportunidades que nos permite desenvolver a força interior.

A Décima Terceira Matriarca: “Aquela que dá a visão” – 09 e 23/05/2018
A guardiã da mudança que apoia o caminho escolhido, nos orienta nos desafios da jornada para a evolução espiritual.

Fechamento: Data a ser marcada com as participantes por ser um rito de passagem em imersão de final de semana.

_______________________________________________________

Investimento: Matrícula R$ 80,00 – 13 parcelas de R$ 90,00 (Irmandade de Thea 13 x de 70,00) – O valor da imersão de fechamento será verificado junto ao grupo porque depende da definição de escolha do local externo (sítio/chácara) que será escolhido pelas participantes.

Isenção de matrícula para integrantes da Irmandade de Thea.

Serão necessários materiais individuais de tecidos, feltros, linhas, lãs e tinta de tecido. Mais informações sobre o material será repassado as participantes após a matrícula. Link para matrícula: http://despertarfeminino.com.br/pagamentos/matriculaclamatriarcas.html

_____________________________________________________

Local dos encontro:

• São Luís do Maranhão – Espaço Despertar Feminino MA: Rua Miquerinos, 05 – Renascença II – Edifício Golden Tower sala 707. Contato Liliam Silva (98) 8175-0645
 

Link para matrícula: http://despertarfeminino.com.br/pagamentos/matriculaclamatriarcas.html

PDF24    Send article as PDF   
mar
29
qui
Jornada das Matriarcas – São Luís do Maranhão @Espaço Despertar Feminino MA
mar 29 2018@19:30 – maio 23 2019@21:30
Jornada das Matriarcas - São Luís do Maranhão @ Espaço Despertar Feminino MA

Ao longo dos tempos, entre os Kiowas, Cherokee, Iroquois, Seneca e em várias outras tribos nativas norte-americanas, as anciãs contavam e ensinavam, nos Conselhos de Mulheres e em suas Tendas Lunares, as tradições herdadas de suas antepassadas. Dentre várias dessas lendas e histórias, sobressai a lendas das “Treze Mães das Tribos Originais”, representando os princípios da energia feminina manifestados nos aspectos da Mãe Terra e da Vovó Lua.

Conta a lenda que, no início da vida no nosso planeta, havia abundância de alimentos e igualdade entre os sexos e as raças. Mas, aos poucos, a ganância pelo ouro levou à competição e à agressão; a violência resultante desviou a Terra de sua órbita, levando-a a cataclismos e mudanças climáticas. Em consequência, para que houvesse a purificação necessária do planeta, esse primeiro mundo foi destruído pelo fogo.

Assim, com o intuito de ajudar em um novo início e restabelecer o equilíbrio perdido, a Mãe Cósmica, manifestada na Mãe Terra e na Vovó Lua, deu a humanidade um legado de amor, perdão e compaixão, resguardado no coração das mulheres. Para isso, treze partes do Todo foram manifestadas no mundo material como as Trezes Matriarcas, representando as treze lunações de um ciclo solar e atributos de força, beleza, poder e mistério do Sagrado Feminino. Cada uma por si só e todas em conjunto, começaram a agir para desenvolver às mulheres a força do amor e o bálsamo do perdão e as trezeda compaixão que iriam se manifestar em um novo mundo de paz e iluminação, quando os filhos da Terra teriam aprendido todas as lições e alcançado a sabedoria.

Cada Matriarca detinha no seu coração o conhecimento e a visão e no seu ventre a capacidade de gerar sonhos. Na Terra, elas formaram um conselho chamado “A Casa da Tartaruga” e, quando voltaram para o interior da Terra, deixaram em seu lugar treze crânios de cristal, contendo toda a sabedoria por elas alcançada.

Por meio dos laços de sangue dos ciclos lunares, as Matriarcas criaram uma Irmandade que une todas as mulheres e visa a cura da Terra, começando com a cura das pessoas. Cada uma das Matriarcas detém uma parte da verdade representada, simbolicamente, em cada uma das treze lunações. Conhecendo essas verdades milenares e a sabedoria dos ancestrais, as mulheres atuais podem recuperar sua força interior, desenvolver seus dons, realizar seus sonhos, compartilhar sua sabedoria e trabalhar em conjunto para curar e beneficiar a humanidade e a Mãe Terra. (1) Mirella Faur

A antiga tradição dessa Irmandade foi transmitida a Jamie Sans por duas anciãs da tribo Kiowa em 1970. O objetivo da Irmandade é proporcionar as mulheres ritos de passagem e práticas eficientes para seu fortalecimento pessoal, alinhamento familiar e grupal, a cura dos desequilíbrios coletivos e planetários.

Nossos antepassados viam a passagem dos ciclos e estações observando que treze luas se passaram antes da mesma estação retornar o que chamamos de Arco Sagrado ou Roda Medicinal. Este circulo unificado representa a relação sagrada de toda a vida para toda a Terra. O Arco Sagrado, também representa o caminho anual que nossa Mãe Terra fez em torno do Avô Sol, através do céu ou órbita. A Órbita da viagem que Avó Lua faz em torno de nossa Mãe Terra é outro ciclo dando aos Ancestrais uma compreensão da importância de todos os ciclos concêntricos trazendo vida na unidade e harmonia.

Hoje os conhecimentos do Conselho das Matriarcas são transmitidos oralmente por mulheres com a missão de honrar a herança da espiritualidade feminina, fortalecer a Irmandade e promover o desenvolvimento dos dons e habilidades em outras mulheres mantendo o equilíbrio das Leis Sagradas Universais.

O vento da noite chegou clamando, batendo na minha porta, se esgueirando pelas frestas da antiga tenda e trazendo os espíritos renascidos dos ossos das Mães dos Clãs. Eu ouvi as batidas do tambor e as canções sopradas pelo vento. Tinha chegado o momento; cobri-me com meu xale e dancei a noite inteira para celebrar, pois o búfalo tinha retornado. – Jamie Sams

Ao todo serão 27 encontros, sendo 26 da jornada das Matriarcas (2 por mês) e um de fechamento em uma jornada de imersão de final de semana.

Serão dois encontros mensais onde você estará trabalhando a energia da Matriarca da Lunação. Os encontros são as quintas-feiras das 20:00 as 21:30 em Maceió!
Estaremos juntas trilhando a sabedoria do Clã das Matriarcas!

Será um trabalho de percepção e sensibilização da força da união e preservação dos princípios da comunidade, aliando arteterapia e meditação com suporte psicoemocional.
Estudaremos as 13 atitudes éticas, como um mapa auxiliar na jornada do crescimento, e seus temas centrais.
1 – As Relações
2 – As Tradições Sagradas
3 – A Igualdade
4 – A Visão
5 – A Escuta
6 – A Contadora de Histórias
7 – O Amor Incondicional
8 – A Curadora
9 – O Poente
10 – A Tecelã
11 – A Liderança
12 – A Gratidão
13 – A Compaixão

_____________________________________________________

Conteúdo e calendário abaixo:

A Primeira Matriarca: “Aquela que fala com todos os Seres” 15/03 e 29/03/2017
Guardiã do aprendizado e da verdade rege o tempo e as estações, nos ensina a sabedoria do ritmo da vida e a comunhão com a natureza para o equilíbrio do espírito.

A Segunda Matriarca: “A Guardiã das Tradições Sagradas” – 05/04 e 26/04/2017
Guardiã da Sabedoria rege as tradições sagradas e a memória do conhecimento planetário, nos dá a noção de família como um todo, reafirmando os laços com nossos irmãos da criação, nos ensina a encontrar sabedoria, aceitando o espaço sagrado de cada ser.

A Terceira Matriarca: “Aquela que pesa a verdade” – 03/05 e 24/05/2017
É a guardiã das gerações futuras, nos ensina a encontrar a verdade pessoal encarando o futuro sem medo e manifestando as nossas visões na terra.

A Quarta Matriarca: “Aquela que vê longe” – 07 e 28/06/2017
É a guardiã dos sonhos, nos ensina a usar a força de nossos pensamentos e sentimentos para alcançar o que desejamos, rege a magia da vontade e nos guia para o descobrimento de nosso potencial pessoal.

A Quinta Matriarca: “Aquela que Ouve” – 12 e 26/07/2017
É a guardiã do silêncio, nos ensina a silenciar para ouvir a voz interior que nos guia,as mensagens que estão ocultas e o silêncio pode revelá-las.Encontrando assim a calma e a paz necessária para transformarmos as nossas vidas.

A Sexta Matriarca: “A Contadora de Histórias” – 09/08 e 30/08/2017
Nos ensina o equilíbrio entre o sagrado e o profano, ensina por meio de contos e histórias já vivenciadas, preserva a tradição oral de nossos ancestrais, e busca ensinar através da experiência. Nos ensina o relacionamento correto com os nossos irmãos da criação.

A Sétima Matriarca: “Aquela que Ama Todas as Coisas” – 13/09 e 27/09/2017
Guardiã do amor incondicional, ensina o amor e a compaixão e a amar o self sem restrições.Ela nos ajuda a curar as feridas do passado.

A Oitava Matriarca: “Aquela que cura” – 18/10 e 25/10/2017
A guardiã das plantas e raízes, que nos auxilia a utilizar os poderes da natureza em nossa cura.

A Nona Matriarca: “Aquela que anda com firmeza” – 08 e 29/11/2017
É a mãe da inovação e perseverança, mostra que somos capazes de fazer mudanças por nós mesmos, nos ensina a medida adequada de vontade e poder para transmutar nossas fraquezas, a não depender dos outros para agir.

A Décima Matriarca: “Aquela que tece a teia” –  07 e 14/02/2018
Nos ensina a desenvolver nossas habilidades, destruindo limitações, nos dando o poder de materializar nossos sonhos.

A Décima Primeira Matriarca: “Aquela que protege os caminhos” – 21 E 28/03/2018
A guardiã da liderança e dos nossos caminhos, aquela que nos ensina andar com firmeza.

A Décima Segunda Matriarca: “Aquela que agradece as dádivas” – 11 e 25/04/2018
Não importa a dificuldade ou desafio deve-se agradecer por essas oportunidades que nos permite desenvolver a força interior.

A Décima Terceira Matriarca: “Aquela que dá a visão” – 09 e 23/05/2018
A guardiã da mudança que apoia o caminho escolhido, nos orienta nos desafios da jornada para a evolução espiritual.

Fechamento: Data a ser marcada com as participantes por ser um rito de passagem em imersão de final de semana.

_______________________________________________________

Investimento: Matrícula R$ 80,00 – 13 parcelas de R$ 90,00 (Irmandade de Thea 13 x de 70,00) – O valor da imersão de fechamento será verificado junto ao grupo porque depende da definição de escolha do local externo (sítio/chácara) que será escolhido pelas participantes.

Isenção de matrícula para integrantes da Irmandade de Thea.

Serão necessários materiais individuais de tecidos, feltros, linhas, lãs e tinta de tecido. Mais informações sobre o material será repassado as participantes após a matrícula. Link para matrícula: http://despertarfeminino.com.br/pagamentos/matriculaclamatriarcas.html

_____________________________________________________

Local dos encontro:

• São Luís do Maranhão – Espaço Despertar Feminino MA: Rua Miquerinos, 05 – Renascença II – Edifício Golden Tower sala 707. Contato Liliam Silva (98) 8175-0645
 

Link para matrícula: http://despertarfeminino.com.br/pagamentos/matriculaclamatriarcas.html

PDF24    Send article as PDF   
abr
5
qui
Jornada das Matriarcas – São Luís do Maranhão @Espaço Despertar Feminino MA
abr 5 2018@19:30 – maio 30 2019@21:30
Jornada das Matriarcas - São Luís do Maranhão @ Espaço Despertar Feminino MA

Ao longo dos tempos, entre os Kiowas, Cherokee, Iroquois, Seneca e em várias outras tribos nativas norte-americanas, as anciãs contavam e ensinavam, nos Conselhos de Mulheres e em suas Tendas Lunares, as tradições herdadas de suas antepassadas. Dentre várias dessas lendas e histórias, sobressai a lendas das “Treze Mães das Tribos Originais”, representando os princípios da energia feminina manifestados nos aspectos da Mãe Terra e da Vovó Lua.

Conta a lenda que, no início da vida no nosso planeta, havia abundância de alimentos e igualdade entre os sexos e as raças. Mas, aos poucos, a ganância pelo ouro levou à competição e à agressão; a violência resultante desviou a Terra de sua órbita, levando-a a cataclismos e mudanças climáticas. Em consequência, para que houvesse a purificação necessária do planeta, esse primeiro mundo foi destruído pelo fogo.

Assim, com o intuito de ajudar em um novo início e restabelecer o equilíbrio perdido, a Mãe Cósmica, manifestada na Mãe Terra e na Vovó Lua, deu a humanidade um legado de amor, perdão e compaixão, resguardado no coração das mulheres. Para isso, treze partes do Todo foram manifestadas no mundo material como as Trezes Matriarcas, representando as treze lunações de um ciclo solar e atributos de força, beleza, poder e mistério do Sagrado Feminino. Cada uma por si só e todas em conjunto, começaram a agir para desenvolver às mulheres a força do amor e o bálsamo do perdão e as trezeda compaixão que iriam se manifestar em um novo mundo de paz e iluminação, quando os filhos da Terra teriam aprendido todas as lições e alcançado a sabedoria.

Cada Matriarca detinha no seu coração o conhecimento e a visão e no seu ventre a capacidade de gerar sonhos. Na Terra, elas formaram um conselho chamado “A Casa da Tartaruga” e, quando voltaram para o interior da Terra, deixaram em seu lugar treze crânios de cristal, contendo toda a sabedoria por elas alcançada.

Por meio dos laços de sangue dos ciclos lunares, as Matriarcas criaram uma Irmandade que une todas as mulheres e visa a cura da Terra, começando com a cura das pessoas. Cada uma das Matriarcas detém uma parte da verdade representada, simbolicamente, em cada uma das treze lunações. Conhecendo essas verdades milenares e a sabedoria dos ancestrais, as mulheres atuais podem recuperar sua força interior, desenvolver seus dons, realizar seus sonhos, compartilhar sua sabedoria e trabalhar em conjunto para curar e beneficiar a humanidade e a Mãe Terra. (1) Mirella Faur

A antiga tradição dessa Irmandade foi transmitida a Jamie Sans por duas anciãs da tribo Kiowa em 1970. O objetivo da Irmandade é proporcionar as mulheres ritos de passagem e práticas eficientes para seu fortalecimento pessoal, alinhamento familiar e grupal, a cura dos desequilíbrios coletivos e planetários.

Nossos antepassados viam a passagem dos ciclos e estações observando que treze luas se passaram antes da mesma estação retornar o que chamamos de Arco Sagrado ou Roda Medicinal. Este circulo unificado representa a relação sagrada de toda a vida para toda a Terra. O Arco Sagrado, também representa o caminho anual que nossa Mãe Terra fez em torno do Avô Sol, através do céu ou órbita. A Órbita da viagem que Avó Lua faz em torno de nossa Mãe Terra é outro ciclo dando aos Ancestrais uma compreensão da importância de todos os ciclos concêntricos trazendo vida na unidade e harmonia.

Hoje os conhecimentos do Conselho das Matriarcas são transmitidos oralmente por mulheres com a missão de honrar a herança da espiritualidade feminina, fortalecer a Irmandade e promover o desenvolvimento dos dons e habilidades em outras mulheres mantendo o equilíbrio das Leis Sagradas Universais.

O vento da noite chegou clamando, batendo na minha porta, se esgueirando pelas frestas da antiga tenda e trazendo os espíritos renascidos dos ossos das Mães dos Clãs. Eu ouvi as batidas do tambor e as canções sopradas pelo vento. Tinha chegado o momento; cobri-me com meu xale e dancei a noite inteira para celebrar, pois o búfalo tinha retornado. – Jamie Sams

Ao todo serão 27 encontros, sendo 26 da jornada das Matriarcas (2 por mês) e um de fechamento em uma jornada de imersão de final de semana.

Serão dois encontros mensais onde você estará trabalhando a energia da Matriarca da Lunação. Os encontros são as quintas-feiras das 20:00 as 21:30 em Maceió!
Estaremos juntas trilhando a sabedoria do Clã das Matriarcas!

Será um trabalho de percepção e sensibilização da força da união e preservação dos princípios da comunidade, aliando arteterapia e meditação com suporte psicoemocional.
Estudaremos as 13 atitudes éticas, como um mapa auxiliar na jornada do crescimento, e seus temas centrais.
1 – As Relações
2 – As Tradições Sagradas
3 – A Igualdade
4 – A Visão
5 – A Escuta
6 – A Contadora de Histórias
7 – O Amor Incondicional
8 – A Curadora
9 – O Poente
10 – A Tecelã
11 – A Liderança
12 – A Gratidão
13 – A Compaixão

_____________________________________________________

Conteúdo e calendário abaixo:

A Primeira Matriarca: “Aquela que fala com todos os Seres” 15/03 e 29/03/2017
Guardiã do aprendizado e da verdade rege o tempo e as estações, nos ensina a sabedoria do ritmo da vida e a comunhão com a natureza para o equilíbrio do espírito.

A Segunda Matriarca: “A Guardiã das Tradições Sagradas” – 05/04 e 26/04/2017
Guardiã da Sabedoria rege as tradições sagradas e a memória do conhecimento planetário, nos dá a noção de família como um todo, reafirmando os laços com nossos irmãos da criação, nos ensina a encontrar sabedoria, aceitando o espaço sagrado de cada ser.

A Terceira Matriarca: “Aquela que pesa a verdade” – 03/05 e 24/05/2017
É a guardiã das gerações futuras, nos ensina a encontrar a verdade pessoal encarando o futuro sem medo e manifestando as nossas visões na terra.

A Quarta Matriarca: “Aquela que vê longe” – 07 e 28/06/2017
É a guardiã dos sonhos, nos ensina a usar a força de nossos pensamentos e sentimentos para alcançar o que desejamos, rege a magia da vontade e nos guia para o descobrimento de nosso potencial pessoal.

A Quinta Matriarca: “Aquela que Ouve” – 12 e 26/07/2017
É a guardiã do silêncio, nos ensina a silenciar para ouvir a voz interior que nos guia,as mensagens que estão ocultas e o silêncio pode revelá-las.Encontrando assim a calma e a paz necessária para transformarmos as nossas vidas.

A Sexta Matriarca: “A Contadora de Histórias” – 09/08 e 30/08/2017
Nos ensina o equilíbrio entre o sagrado e o profano, ensina por meio de contos e histórias já vivenciadas, preserva a tradição oral de nossos ancestrais, e busca ensinar através da experiência. Nos ensina o relacionamento correto com os nossos irmãos da criação.

A Sétima Matriarca: “Aquela que Ama Todas as Coisas” – 13/09 e 27/09/2017
Guardiã do amor incondicional, ensina o amor e a compaixão e a amar o self sem restrições.Ela nos ajuda a curar as feridas do passado.

A Oitava Matriarca: “Aquela que cura” – 18/10 e 25/10/2017
A guardiã das plantas e raízes, que nos auxilia a utilizar os poderes da natureza em nossa cura.

A Nona Matriarca: “Aquela que anda com firmeza” – 08 e 29/11/2017
É a mãe da inovação e perseverança, mostra que somos capazes de fazer mudanças por nós mesmos, nos ensina a medida adequada de vontade e poder para transmutar nossas fraquezas, a não depender dos outros para agir.

A Décima Matriarca: “Aquela que tece a teia” –  07 e 14/02/2018
Nos ensina a desenvolver nossas habilidades, destruindo limitações, nos dando o poder de materializar nossos sonhos.

A Décima Primeira Matriarca: “Aquela que protege os caminhos” – 21 E 28/03/2018
A guardiã da liderança e dos nossos caminhos, aquela que nos ensina andar com firmeza.

A Décima Segunda Matriarca: “Aquela que agradece as dádivas” – 11 e 25/04/2018
Não importa a dificuldade ou desafio deve-se agradecer por essas oportunidades que nos permite desenvolver a força interior.

A Décima Terceira Matriarca: “Aquela que dá a visão” – 09 e 23/05/2018
A guardiã da mudança que apoia o caminho escolhido, nos orienta nos desafios da jornada para a evolução espiritual.

Fechamento: Data a ser marcada com as participantes por ser um rito de passagem em imersão de final de semana.

_______________________________________________________

Investimento: Matrícula R$ 80,00 – 13 parcelas de R$ 90,00 (Irmandade de Thea 13 x de 70,00) – O valor da imersão de fechamento será verificado junto ao grupo porque depende da definição de escolha do local externo (sítio/chácara) que será escolhido pelas participantes.

Isenção de matrícula para integrantes da Irmandade de Thea.

Serão necessários materiais individuais de tecidos, feltros, linhas, lãs e tinta de tecido. Mais informações sobre o material será repassado as participantes após a matrícula. Link para matrícula: http://despertarfeminino.com.br/pagamentos/matriculaclamatriarcas.html

_____________________________________________________

Local dos encontro:

• São Luís do Maranhão – Espaço Despertar Feminino MA: Rua Miquerinos, 05 – Renascença II – Edifício Golden Tower sala 707. Contato Liliam Silva (98) 8175-0645
 

Link para matrícula: http://despertarfeminino.com.br/pagamentos/matriculaclamatriarcas.html

PDF24 Tools    Send article as PDF   
abr
25
qua
Alcathea Maceió: Mulheres que uivam para a vida @Espaço Despertar Feminino
abr 25@19:30 – 21:30
Alcathea Maceió: Mulheres que uivam para a vida @ Espaço Despertar Feminino

E a o trilhar da roda de estudos continua, seguindo o rastro de La Loba, vamos resgatando nossa história pessoal ao longo de rodas de conversas, vivências, arteterapia e troca de saberes no clã das Lobas.

Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuullllllllllllllllllllll

Encontro de abril o tema de discussão  do Livro Mulheres que Correm com os Lobos será o capítulo 2: O barba azul – o predador natural da psique.

Os encontros ocorrem mensamente
Com grupos abertos
Roda de partilha
E muito acolhimento.
Vem uivar conosco.

www.pdf24.org    Send article as PDF   
abr
26
qui
São Luis do Maranhão – Noite de Rezos e Bênçãos @Espaço Despertar Feminino
abr 26@19:00 – 21:00
São Luis do Maranhão - Noite de Rezos e Bênçãos @ Espaço Despertar Feminino

ANCORADO pela IRMANDADE DE THEA e o CLÃ DAS MATRIARCAS do DESPERTAR FEMININO.

Como é?

É um evento, um encontro, uma experiência única de rezo coletivo e de conexão com a Teia de Luz Cósmica de Sanação do Sagrado Feminino.
A cada encontro trabalhamos um tema focado nas Matriarcas, as 13 Avós!

Todas(os) são convidadas para a Noite das Matriarcas. Você chega se junta a roda de saberes e de sanação, recebe amor, rezo, benção e cura. As Tecelãs Divinas te recebem de coração aberto.

Acesse o link e faça o pagamento da contribuição: https://pag.ae/bhcXrFS(R$ 35,00 antecipado, para carterinha Irmandade de Thea e Tecelãs Divinas, no dia do encontro se houverem vagas contribuição de R$ 40,00)

No dia dos encontros você deve levar:

1 cumbuca ou taça para água
1 prato para vela
2 velas brancas
Lenço ou cachecol, que te conecte com a Divindade Feminina para cobrir a cabeça (algo em sua roupa ou adereço da laranja)
Objeto que represente o feminino para ser colocado no altar
Preferencialmente use saia ou vestido
Alimentos para compartilhar

_______________________________________

Caso esteja em outra cidade ou não puder comparecer presencialmente podemos colocar seu nome (de familiares e amigos) na caixa de rezo para as energizações no dia dos nossos encontros. É só preencher o formulário no link http://despertarfeminino.com.br/principal/index.php/2016/08/30/a-noite-das-matriarcas/

________________________________________________

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

15/03/2018
26/04/2018
24/05/2018

São Luis do Maranhão – Local: Edifício Golden Tower sala 707 Rua Miquerinos, n 05 Renascença II. Responsável Liliam – Tel (98) 98175-0645
en.pdf24.org    Send article as PDF   

INSTAGRAM

 

Something is wrong.
Instagram token error.
Load More

TWITTER

PDF24    Send article as PDF