A mulher aprendeu com o processo da gestação a ter paciência de aguardar durante todo o processo da gravidez até que, naturalmente, cheque o momento do nascimento.

Os homens já não possuem, naturalmente, esta característica, pois diante de um problema empunham uma faca (espada, qualquer arma), montam seu cavalo (bicicleta, carro) e partem para conquistar aquilo que acha que deve.

A mulher, aguarda com amor, espera que algo de seu interior lhe oriente e lhe dê coragem, pois ela sabe que é necessário energia, saúde, força e cuidado para todo processo de criação.

E esse é um período de automaternagem.  É nesse momento que a mulher se acolhe, procura e reconstrói sua própria identidade para dar início a “viagem inaugural” de vida que parte de dentro de si mesma.

A mulher moderna se rebela contra essa função de parar, acolher e cuidar. Acha isso perda de tempo, porque tomar é mais rápido e satisfaz mais rápido para novas satisfações. E assim ela segue tentando se satisfazer a todo custo sem nunca entrar em contato consigo mesma e perceber dentro de si qual é a sua real necessidade.

Eu Ísis, Deusa da maternidade entro na sua vida, para que você desperte o seu lado autocuidador.

Abro minhas asas e te acolho para esse período de automaternagem. O que neste momento precisa de um cuidado maternal extra? A que você poderia estar se dedicando? O que precisa para você mesma?

Respire profundamente. Feche os olhos sinta dentro de você as sementes que estão lá paradas ou até mesmo germinando. Acolha cada uma e honre cada etapa de seu crescimento interior até seu nascimento para o exterior.

“Todas nós sabemos no fundo de los ovários quando chegou a hora da vida, quando chegou a hora da morte. Podemos tentar nos enganar por vários motivos, mas sabemos.”*

Pelo vivenciar dos nossos ciclos, pela semente que cresce em nosso ventre, pela luz de nosso coração, nós sabemos!

________________________________________________

O nome Ísis significa “Antiga” e era também chamada de “Maat”, a sabedoria antiga. Isto corresponde à sabedoria das coisas como são e como foram, a capacidade inata inerente, de seguir a natureza das coisas, tanto na forma presente como em seu desenvolvimento inevitável, uma relação à outra.Os primeiros registros escritos acerca de sua adoração surgem pouco depois de 2500 a.C., durante a V dinastia egípcia.

Alguns eruditos traçam paralelos entre a adoração de Ísis na época final do Império Romano e a adoração à Virgem Maria cristã. Quando o cristianismo começou a ganhar popularidade, difundindo-se na Europa e em todas as partes do Império, os primitivos cristãos converteram um relicário da Ísis egípcia em um para Maria e de outros modos “deliberadamente tomaram imagens do mundo pagão”.

Ísis é a deusa da maternidade e da fertilidade. Ísis também foi conhecida como a deusa da simplicidade, protetora dos mortos e deusa das crianças de quem “todos os começos” surgiram, e foi a Senhora dos eventos mágicos e da natureza.

texto Tamaris Fontanella

*citação Mulheres que Correm com os Lobos, Clarissa Pinkola Éstes, Farejando os Fatos.

Tamaris Fontanella

Paulistana. “Mãe” de dois gatos (Axel e Meara). Conheceu logo no início da adolescência os preceitos do Feminino Sagrado Inovadora e Empreendedora por Natureza como uma boa Sagitariana. Criativa. Quem a conhece só um pouquinho já percebe que vive a força da Mulher Selvagem em todos os momentos de sua vida. No Espaço Ânima supervisiona e coordena as atividades dos pólos (presenciais e EAD) e atua como mestre formadora de novos terapeutas em diversos cursos. Coaching e Mentoring em Terapias Holísticas e Complementares, Psicopedagoga, Escritora com mais de15 livros publicados, Palestrante e Fotógrafa. É reconhecida como a primeira Coaching Empresarial no Brasil na área de Terapias Complementares e Holísticas no Brasil. Terapeuta filiada ao SINTE (CRT41426) e ao CRTCH (CRTCHBR 200902). Facilitadora da Unify (Sisters Circle), Movimento Mundial Global Sisterhood (http://women.unify.org/) Possui formações acadêmicas em Biologia, Administração de Redes, Pedagogia e Terapia Holística, com Especialização Terapia Energética Corporal (Instituto Pulsar), Psicoterapia Corporal e Bionergética (Centro Reichiano/ MFCR0016), Psicopedagogia (Braz Cubas), Master Coaching (Sociedade Brasileira de Coaching), Terapia Transpessoal (Instituto Plenitude), Psicologia da Aprendizagem, Didática do Ensino Superior e Constelações Familiares (Hellinger/PA). Fotografia (IFPR e Senac). Idealizadora da Theaterapia® (Terapia da Mulher), do Pompoarismo Sagrado Feminino, da rede de sororidade Despertar Feminino, da Theadança e do projeto Teia de Luz. Idealizadora dos sistemas de cura energética Goddesses Reiki®, Thea Spirit Doll® e Essências Vibracionais do Despertar Feminino®. Pioneira como Fotógrafa no Brasil a atuar no contexto do Sagrado Feminino e resgate da essência feminina com o uso terapêutico da fotografia (Theafotografia®). Atua como focalizadora de celebrações, ritos de passagem, jornadas e grupos terapêuticos com foco no despertar do feminino sagrado e na cura das necessidades físicas e psico-espirituais da mulher contemporânea. Sacerdotisa da Religião da Deusa, da Irmandade da Rosa, do Clã da Lua, Clã de Filhas de Brigit, Clã das Matriarcas e do Clã das Lobas. Formação em Medicina Andina – Sanação do ventre e do bioritmo lunar-menstrual, por Pilar Echeverry Trinidad Aguilar, e estudiosa da medicina Mapuche (Lafkenche – Abuela Maria Ester Epulef). Possui diversas certificações complementares em diversas áreas terapêuticas, psicoterapêuticas e pedagógicas: Florais, Fitoflorais, Oligoterapia, Cromoterapia, Medicina Ortomolecular, Aromaterapia, Fitoterapia, Iridologia, Auriculoterapia, Astroterapia, Radiestesia e Radiônica, Gemoterapia, Geoterapia, Arteterapia, Auriculoterapia, Danças, Xamanismo, Massoterapia Energética, Massoterapia Fisioterápica, Drenagem Linfática, RPG, Trofoterapia, Sustentabilidade e Alfabetização. Mestre em Usui, Tibetano, Kahuna, Goddesses Reiki e Celtic Reiki. Na área de atendimento atua com terapias complementares e holísticas na área da mulher e terapia associada a psicopedagogia na área infantil.

www.pdf24.org    Send article as PDF   

One Reply to “Cuide de suas Sementes sob as asas de Ísis – Devaneios da Deusa”

Comments are closed.