Mulher Selvagem, que em seus instintos se entregou à liberdade, abençoada seja!

Mas será que realmente, ao pegar sua bike, colocar sua mochila, sair pedalando pela vida, você se libertou de verdade?

Dá uma olhada nessa bike … será que ela ainda tem rodinhas?

Quando você decidiu ser uma mulher liberta, livre dos estigmas sociais, de conceitos patriarcais, seus valores pessoais te definiram e fizeram com que você criasse coragem para seguir seu caminho.


Mas em que seus pilares se sustentaram para te dar força e estrutura para continuar?


Ao pegar sua bike essas rodinhas de início da jornada trouxeram os preceitos da sua essência ou foram fixadas por modelos e experiências vividas, referências de busca de um sonho projetado já conquistado por outras pessoas?


Ahhh, Mulher Selvagem! Em que verdade você está trilhando a sua viagem?


O jardim dos outros, mais verde, não serve de inspiração para sua vida … as sementes germinadas em outros terrenos não servem para ser colhidas por você … o caminho de tanta luz que você que vê que o outro criou não ilumina a sua estrada …


Alinha seu Coração com seu Ventre, se Sustente em suas próprias Pernas, Escute o Pulsar de suas células,  Aprenda o tempo de ser e estar com seus Ciclos.


Só dessa forma sua força motriz, seu equilíbrio e sua entrega para suas vivências será Real!


texto Tamaris Fontanella


#despertarfeminino #devaneiosdadeusa #deusasarquetípicas #deusamaya
#sagradofeminino #femininosagrado

___________________________________________________

O Véu de Maya é nome dado pelos Hindus para a percepção da nossa realidade física. Essa percepção seria uma “falha” de nossos sentidos.

Maya é o nome de uma deusa indiana que representa a ilusão em todas as suas manifestações. A ilusão do mundo físico é Maya.

Maya também é chamada de Shakti, o poder feminino e a Mãe Divina.  Ela é a responsável por girar a Roda do Destino, vista muitas vezes como uma aranha tecendo com sua teia e, portanto, representando o arquétipo da Tecelã, também visto em outras culturas.

Maya sugere que está na hora de ver o que é ilusão, o que é verdadeiro, o que é real. Enxergar por trás da ilusão lhe confere poder.

Tamaris Fontanella

Paulistana. “Mãe” de dois gatos (Axel e Meara). Conheceu logo no início da adolescência os preceitos do Feminino Sagrado Inovadora e Empreendedora por Natureza como uma boa Sagitariana. Criativa. Quem a conhece só um pouquinho já percebe que vive a força da Mulher Selvagem em todos os momentos de sua vida. No Espaço Ânima supervisiona e coordena as atividades dos pólos (presenciais e EAD) e atua como mestre formadora de novos terapeutas em diversos cursos. Coaching e Mentoring em Terapias Holísticas e Complementares, Psicopedagoga, Escritora com mais de15 livros publicados, Palestrante e Fotógrafa. É reconhecida como a primeira Coaching Empresarial no Brasil na área de Terapias Complementares e Holísticas no Brasil. Terapeuta filiada ao SINTE (CRT41426) e ao CRTCH (CRTCHBR 200902). Facilitadora da Unify (Sisters Circle), Movimento Mundial Global Sisterhood (http://women.unify.org/) Possui formações acadêmicas em Biologia, Administração de Redes, Pedagogia e Terapia Holística, com Especialização Terapia Energética Corporal (Instituto Pulsar), Psicoterapia Corporal e Bionergética (Centro Reichiano/ MFCR0016), Psicopedagogia (Braz Cubas), Master Coaching (Sociedade Brasileira de Coaching), Terapia Transpessoal (Instituto Plenitude), Psicologia da Aprendizagem, Didática do Ensino Superior e Constelações Familiares (Hellinger/PA). Fotografia (IFPR e Senac). Idealizadora da Theaterapia® (Terapia da Mulher), do Pompoarismo Sagrado Feminino, da rede de sororidade Despertar Feminino, da Theadança e do projeto Teia de Luz. Idealizadora dos sistemas de cura energética Goddesses Reiki®, Thea Spirit Doll® e Essências Vibracionais do Despertar Feminino®. Pioneira como Fotógrafa no Brasil a atuar no contexto do Sagrado Feminino e resgate da essência feminina com o uso terapêutico da fotografia (Theafotografia®). Atua como focalizadora de celebrações, ritos de passagem, jornadas e grupos terapêuticos com foco no despertar do feminino sagrado e na cura das necessidades físicas e psico-espirituais da mulher contemporânea. Sacerdotisa da Religião da Deusa, da Irmandade da Rosa, do Clã da Lua, Clã de Filhas de Brigit, Clã das Matriarcas e do Clã das Lobas. Formação em Medicina Andina – Sanação do ventre e do bioritmo lunar-menstrual, por Pilar Echeverry Trinidad Aguilar, e estudiosa da medicina Mapuche (Lafkenche – Abuela Maria Ester Epulef). Possui diversas certificações complementares em diversas áreas terapêuticas, psicoterapêuticas e pedagógicas: Florais, Fitoflorais, Oligoterapia, Cromoterapia, Medicina Ortomolecular, Aromaterapia, Fitoterapia, Iridologia, Auriculoterapia, Astroterapia, Radiestesia e Radiônica, Gemoterapia, Geoterapia, Arteterapia, Auriculoterapia, Danças, Xamanismo, Massoterapia Energética, Massoterapia Fisioterápica, Drenagem Linfática, RPG, Trofoterapia, Sustentabilidade e Alfabetização. Mestre em Usui, Tibetano, Kahuna, Goddesses Reiki e Celtic Reiki. Na área de atendimento atua com terapias complementares e holísticas na área da mulher e terapia associada a psicopedagogia na área infantil.

www.pdf24.org    Send article as PDF