Hoje acordei assim, pensando em mim e no outro e em nossas inter-relações em uma época de liquidez da força das palavras ditas. E assim em meu coração na busca do entendimento da palavra comprometimento invoco a Deusa Hera em nosso cantinho dos Devaneios da Deusa:
“Hera…
Grande e Poderosa Hera
Mãe dos Deuses
Mãe dos mortais
Senhora que semeia a Terra com Beleza e seu amorMãe que nos acomoda em Seu colo quando buscamos conforto
Dama digna que Reia gerou
Faça de mim Teu reflexo de beleza, fidelidade e sabedoria
Pois Tua filha eu sou!

Acalenta-me em teu colo quando os dias forem dolorosos
Aconselha-me quando eu estiver desorientada
Com Tuas mãos guia-me quando eu estiver perdida
Proteja-me dos males que o mundo lança às mulheres
E jamais me permita ser indigna da honra de ser Tua representante,
Da honra de ser mulher!

Agradeço por ter me dado a vida
Agradeço por me permitir cultuá-la
como fizeram minhas irmãs do passado.
Sou filha e sacerdotisa da Grande Hera

E à Ela dedico toda a honra devida…
Salve Senhora de garços olhos…
Salve Grande Hera!”
(prece de Neftis Rubi Areia)

Já se foram os tempos em que a palavra representava o caráter individual, não é saudosismo, mas antigamente o que o ser humano tinha de mais valioso era sua palavra. Comprometer-se através da sua palavra era um decreto de vida, onde o firmamento da voz tinha a dimensão exata do ser e estar ali presente e do que era exatamente necessário ou importante para o firmamento da clareza, parceria e respeito nas relações.
O momento social presente nos coloca muito como protagonistas e independentes em nosso caminho, nos distanciando de que fazemos parte de um todo, nos distanciando de que somos o que somos porque temos ao nosso lado pessoas que nos permitem refletirmos e nos olharmos para reconhecermos.
Em um mundo de que somos dependentes da tecnologia e que tudo acontece muito rápido, de um mundo irreal feito de bits e bytes que pode ser trocado ao toque em uma tela, esquecemos que por trás de toda essa tecnologia temos pessoas, temos uma energia pulsante palpável que reflete uma parte de nossa alma.
O ser humano precisa do outro, precisa do olhar, do toque, do abraço … e tudo isso se conquista através do contato verdadeiro.
O tripé Respeito, Confiança e Comprometimento é a base das relações.
É claro que nem todas as relações de sua vida serão de profundidade, mas inconscientemente ou não, nossas expectativas com relação a pessoas passam por esse tripé. Esperamos delas respeito, confiabilidade e comprometimento, e elas de nós. Cada um fazendo seu papel dentro desse tripé para efetuarmos todas as trocas possíveis em nossa sociedade.
Agora se quisermos relações mais profundas e vindouras você precisa se colocar mais a disposição de exercer esse tripé. Tudo que acontece na sua vida parte para onde você direciona a sua energia.
Respeitar vai além do simples formal social, do calar-se diante de um confronto, do se abster para não gerar um conflito, ou de se esconder com medo que o outro não te ame: Respeitar é mostrar-se, revelar-se, é reconhecer a fraqueza e a força do outro e não ter medo de mostrar a sua fraqueza e sua força.
Confiança e quando podemos descansar no outro, é o olhar que encontra acolhida, que encontra resposta, que encontra a cumplicidade. É quando numa relação temos o coração aberto e singular, somos um só coração.Comprometimento é o querer transformado em ação. O comprometimento te coloca em disposição ao outro e a você mesma, ambos sabendo até onde podem se comprometer, nem um pouco mais ou menos, simplesmente o que a relação pode acolher, porque nela há a verdade de cada um.

texto Tamaris Fontanella
#despertarfeminino #devaneiosdadeusa #deusasarquetípicas #deusahera
#sagradofeminino #femininosagrado #saberesfemininos

Tamaris Fontanella

Paulistana. “Mãe” de dois gatos (Axel e Meara). Conheceu logo no início da adolescência os preceitos do Feminino Sagrado Inovadora e Empreendedora por Natureza como uma boa Sagitariana. Criativa. Quem a conhece só um pouquinho já percebe que vive a força da Mulher Selvagem em todos os momentos de sua vida. No Espaço Ânima supervisiona e coordena as atividades dos pólos (presenciais e EAD) e atua como mestre formadora de novos terapeutas em diversos cursos. Coaching e Mentoring em Terapias Holísticas e Complementares, Psicopedagoga, Escritora com mais de15 livros publicados, Palestrante e Fotógrafa. É reconhecida como a primeira Coaching Empresarial no Brasil na área de Terapias Complementares e Holísticas no Brasil. Terapeuta filiada ao SINTE (CRT41426) e ao CRTCH (CRTCHBR 200902). Facilitadora da Unify (Sisters Circle), Movimento Mundial Global Sisterhood (http://women.unify.org/) Possui formações acadêmicas em Biologia, Administração de Redes, Pedagogia e Terapia Holística, com Especialização Terapia Energética Corporal (Instituto Pulsar), Psicoterapia Corporal e Bionergética (Centro Reichiano/ MFCR0016), Psicopedagogia (Braz Cubas), Master Coaching (Sociedade Brasileira de Coaching), Terapia Transpessoal (Instituto Plenitude), Psicologia da Aprendizagem, Didática do Ensino Superior e Constelações Familiares (Hellinger/PA). Fotografia (IFPR e Senac). Idealizadora da Theaterapia® (Terapia da Mulher), do Pompoarismo Sagrado Feminino, da rede de sororidade Despertar Feminino, da Theadança e do projeto Teia de Luz. Idealizadora dos sistemas de cura energética Goddesses Reiki®, Thea Spirit Doll® e Essências Vibracionais do Despertar Feminino®. Pioneira como Fotógrafa no Brasil a atuar no contexto do Sagrado Feminino e resgate da essência feminina com o uso terapêutico da fotografia (Theafotografia®). Atua como focalizadora de celebrações, ritos de passagem, jornadas e grupos terapêuticos com foco no despertar do feminino sagrado e na cura das necessidades físicas e psico-espirituais da mulher contemporânea. Sacerdotisa da Religião da Deusa, da Irmandade da Rosa, do Clã da Lua, Clã de Filhas de Brigit, Clã das Matriarcas e do Clã das Lobas. Formação em Medicina Andina – Sanação do ventre e do bioritmo lunar-menstrual, por Pilar Echeverry Trinidad Aguilar, e estudiosa da medicina Mapuche (Lafkenche – Abuela Maria Ester Epulef). Possui diversas certificações complementares em diversas áreas terapêuticas, psicoterapêuticas e pedagógicas: Florais, Fitoflorais, Oligoterapia, Cromoterapia, Medicina Ortomolecular, Aromaterapia, Fitoterapia, Iridologia, Auriculoterapia, Astroterapia, Radiestesia e Radiônica, Gemoterapia, Geoterapia, Arteterapia, Auriculoterapia, Danças, Xamanismo, Massoterapia Energética, Massoterapia Fisioterápica, Drenagem Linfática, RPG, Trofoterapia, Sustentabilidade e Alfabetização. Mestre em Usui, Tibetano, Kahuna, Goddesses Reiki e Celtic Reiki. Na área de atendimento atua com terapias complementares e holísticas na área da mulher e terapia associada a psicopedagogia na área infantil.

www.pdf24.org    Send article as PDF