O grito

A voz calada

Contida

Engolida

Sufocada

Há muito guardada mas não esquecida.

Calada por mim

Por medo de mim

Dá minha força

Dá minha coragem

Do meu poder domesticado.

O meu grito

Não é só meu

É de todas as mulheres

De minhas ancestrais

Que foram mutiladas

Violentadas

Feridas

Machucadas

Caladas.

Eu honro e reconheço cada uma delas

Meu grito

É Por mim

Por elas

Por nós!

Por Sirlene Aquino

 

  • Livro Celtic Reiki: Manual Do Terapeuta

    R$39,00
    Ou em até 2x de R$19,50
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Livro Herbanário Sagrado: a fitoterapia ancestral

    R$72,00
    Ou em até 2x de R$36,00
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Livro Introdução a Terapia Floral Bases e atendimento ao cliente

    R$40,00
    Ou em até 2x de R$20,00
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar
  • Livro Mandaleando: Onde eu estiver, aonde quer que eu vá

    R$36,00
    Ou em até 2x de R$18,00
    Sem Juros - PagSeguro
    Comprar

#despertarfeminino #clãdalua #saberesdethea #perolasdodeserto #saberesfemininos #poesia

Confira mais artigos como esse em nossa comunidade: Saberes de Thea

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *