Há muito tempo, quando nossa sociedade era matriarcal, as mulheres eram consideradas as guardiãs da vida e dos mistérios. Suas ações tinham implicação direta na ciência e na tecnologia.

Foram elas que catalogaram o uso medicinal das plantas e as formas de plantios e colheitas. Criaram os primeiros calendários lunares e elaboraram a educação da família – enquanto os homens se dedicavam à caça e à segurança das tribos.

Quando o matriarcado foi afastado da estrutura social pela sacralidade do cristianismo, a partir do século quinto, o acesso a esse poder e expressão do feminino tornou-se restrito.

As conquistas sociais femininas permitiram um reencontro com a força feminina, especialmente após o movimento feminista da década de 60, e refletiram uma modificação na sociedade no que é Ser Mulher.

Embora tenhamos nos fortalecido ainda assumimos uma postura de inferioridade e mantemos valores e padrões alimentados pela contenção do poder feminino.

As mulheres ainda pensam demais antes de seguir seu coração. Racionalizam demais antes de tomar uma decisão. Agem para se sentirem reconhecidas e amadas. Competem para se tornar fortes aos olhos dos outros. Julgam e discriminam outras mulheres para se proteger. Se relacionam menos por medo da entrega. Criam menos com receio de serem julgadas. E cuidam menos de si.

Esqueceram que possuem o poder de dar vida, que o corpo feminino é o único veículo para que um ser vivo venha para essa Terra.

E você o que tem neglicenciado e o que te impede de expressar a sua potência feminina?

Gostaria muito de receber mensagens suas, podem ser relatos de nossas trocas, perguntas e até assuntos que você deseja que ler aqui em nossa coluna. Aguardo com muito amor e carinho, esses saberes que você guarda aí contigo.

Tamaris Fontanella

Artigo escrito para Jornal do Trem: original online em  em https://www.jornaldotrem.com.br/mulher-sagrada/potencia-feminina/

Contato: tamarisfontanella@despertarfeminino.com.br

Site: www.despertarfeminino.com.br

Facebook: www.facebook.com/facedespertarfeminino

Instagram: @igdespertarfeminino/

Confira mais artigos como esse em nossa comunidade: Saberes de Thea

www.pdf24.org    Send article as PDF   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.