fbpx

8 Dicas de Filmes Sagrado Feminino

1. A Arte de Amar

“A Arte de Amar” (nome original The Art of Loving. Story of Michalina Wislocka) Durante o governo comunista na Polônia, uma ginecologista e sexóloga desafia os tabus da sociedade e luta para publicar seu livro revolucionário sobre amor e sexo. Envolvente e encantador vai conquistar você com o tema sexualidade. E depois você vai querer indicar para diversas mulheres! “A arte de amar” acaba se tornando um filme obrigatório e necessário sempre para o Despertar da Sexualidade Feminina! ( tem no @netflix e no @youtube) É uma ode à liberdade e ao amor!

2. Lua Nera

Uma série que já ganhou o coração das Mulheres Poderosas (Encantadas e Bruxas!) Só tem uma temporada e acredito que você vai acompanhar torcendo para a série continuar! A série “”Luna Nera””, do @netflix, é uma adaptação de um romance da autora italiana Tiziana Triana chamado “A Cidade Perdida”. Inspirada em um grupo de mulheres acusadas de bruxaria no século 17. Foi gravada em Roma e é totalmente escrita, dirigida e protagonizada por mulheres. Prepare-se para encontrar magia e mulheres fortes capazes de lutar por independência e contra superpotências como o patriarcado, a igreja, o estado e a cultura machista.

3. Frida

Se você não viu vale a pena … e se já assistiu vale a pena ver de novo! “Frida” é um filme que conta a história dessa maravilhosa mulher! Centra-se na relação da pintora Frida Kahlo com o seu marido, e na sua controversa reputação política e sexual. Lindo pela vontade de viver da Frida e empoderador, também vai te encantar com a fotografia.

4. Coisa mais Linda

“” Coisa mais linda “” se passa no cenário de São Paulo do final da década de 50. Maria Luiza, uma moça conservadora e completamente dependente de dois homens: seu pai, Ademar, e o marido dela, Pedro. No entanto, sua vida toma um rumo completamente diferente quando ela passa a descobrir a força que tem e se empoderar num novo mundo na companhia de mulheres feministas.

5. Absorvendo Tabu

Vencedor do Oscar de 2019, o curta-metragem “Absorvendo o tabu” aborda a menstruação no contexto das mulheres indianas. Boa parte da população indiana não usa absorventes higiênicos. E não pense que isso é uma tendência sustentável como vem acontecendo no Brasil, em que as mulheres estão optando pelo coletor menstrual, por absorventes de pano ou até calcinhas preparadas para o período. Segundo o documentário, apenas 10% das mulheres na Índia tem acesso aos absorventes. Absorvendo o tabu é um filme bom para mostrar o quanto ainda há privilégios no mundo e revela a incrível força de mudança quando as mulheres se unem!

6. A Tenda Vermelha

“Red Trend (A Tenda Vermelha) é inspirado em um livro com seu mesmo nome e nos encanta por resgatar a antiga religião junto as práticas cristãs. Antes de Anita Diamant dar voz a esta personagem em “A Tenda Vermelha”, o registro de sua existência estava apenas em um único capítulo da Bíblia, em Gênesis 3: “Dinah, a filha que Lia havia dado a Jacó, saiu para ir ver as filhas da terra”. Trata-se de uma série curtinha que vai tratar de sororidade, feridas sagradas femininas e muita irmandade!

7. Sorriso de Monalisa

Arte, subversão e feminismo nos anos 50. O filme “Sorriso de Monalisa” retrata a vida de mulheres dos anos 50 cujo objetivo único era atrair um marido. Na vida e na arte, o conservadorismo presente na época regulava a sociedade. Subversiva era quem não vivia segundo preceitos tradicionais. Será que você vai se gostar?

8. Eu não sou um homem frágil

Vamos sair da temática de mulheres só na questão do protagonista desse filme. “” Eu Não Sou um Homem Fácil “” (original Je ne suis pas un Homme Facile) pode não ter sido o melhor título do mundo, mas certamente merece nossa atenção. O filme traz a vivência de um machista que acorda em um mundo dominado por mulheres. Você vai se divertir, e colocar o cabeção para refletir sobre os princípios sexistas e tudo que nossa sociedade (principalmente as mulheres) alimentam.

Despertar Feminino

Despertar Feminino

Voltar ao topo