Início » Saberes de Thea » 8 Dicas de Filmes Sagrado Feminino

8 Dicas de Filmes Sagrado Feminino

Prepare a pipoca! Sente-se e venha curtir 8 dicas de filmes sobre a energia do sagrado feminino!

Surpreendentemente, você vai descobrir um conteúdo que vai transformar a sua vida!

E depois, dê uma passadinha para ler o artigo “O que é o Sagrado Feminino?”.

Vai complementar e os assuntos abordados nos filmes indicados.

Vou deixar o link, para você, lá no final de nossa seleção de filmes!

1. As Telefonistas

“As Telefonistas” é uma série de TV produzida pela Netflix. 

A saber, trata-se de um drama de época espanhola. 

Já possui 5 temporadas (até a escrita de hoje) e,  portanto, como todas as séries vai mudando sua essência. É certo que algo se perde e algo novo nos encanta. 

Apesar de ser drama, a série, vai prender a sua atenção com a força do Feminismo encabeçando o seu enredo.

Como resultado de toda a trema ele vai ambientando seus conhecimentos nos primeiros anos do século XX, lá nos primórdios das ondas do feminismo na Europa. 

O que esperar? 

Mulheres lutando por seus ideias, reconhecimentos e direitos; buscando respeito e conquistando a liberdade de amar.

2. Estrelas Além do Tempo

No auge da corrida espacial travada entre Estados Unidos e a Rússia, durante a Guerra Fria, uma equipe de cientistas da NASA, de fato, vai modificar toda a história.

Um equipe formada exclusivamente por mulheres afro-americanas prova ser o elemento crucial que faltava para a vitória dos Estados Unidos.

Essas mulheres (incríveis) lideraram uma das maiores operações tecnológicas registradas na história americana se tornando verdadeiras heroínas da nação.

Sobretudo: Encantador, sublime, poderoso!

3. Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento

Uma mãe solteira consegue um emprego como assistente de um advogado, e começa uma cruzada contra uma grande empresa que está contaminando o reservatório de água da cidade. 

Apesar de parecer um enredo sem graça, Erin Brockovich, vai te encantar com sua força, coragem e determinação. 

Quer uma pitada de empoderamento? Play!

4. Maria Madalena

Contar pela primeira vez a história de Maria Madalena no cinema não foi tarefa das mais fáceis. 

Numa tentativa de desconstruir as chagas do feminino que Maria Madalena carrega (por todas nós),  e mantê-la com sua forte presença feminina na história de cristo (para não machucar o patriarcado), o desafio (dessa superprodução) foi o de quebrar muitos paradigmas.

Teremos, contudo,  a busca por assuntos como: transformação de caráter, inclusão social, cidadania e igualdade. 

E claro: potência feminina e algumas coisitas mais que você deve conferir!

5. Absorvendo Tabu

Vencedor do Oscar de 2019, o curta-metragem “Absorvendo o tabu” aborda a menstruação no contexto das mulheres indianas. 

Boa parte da população indiana não usa absorventes higiênicos. E não pense que isso é uma tendência sustentável como vem acontecendo no Brasil (em que as mulheres estão optando pelo coletor menstrual, por absorventes de pano ou até calcinhas preparadas para o período). 

Segundo o documentário, apenas 10% das mulheres na Índia tem acesso aos absorventes. 

Como resultado, as mulheres elevam a sua voz para mudar essa situação “Absorvendo o tabu”.

Inegavelmente, é um filme que vem para mostrar o quanto ainda há privilégios no mundo e revela a incrível força de mudança quando as mulheres se unem!

6. Tenda Vermelha

“Red Trend (A Tenda Vermelha) é inspirado em um livro com seu mesmo nome e nos encanta por resgatar a antiga religião junto as práticas cristãs. 

Porém, não é fácil de ser encontrado, mas recompensa a sua busca para assistir.

Antes de Anita Diamant dar voz a esta personagem em a Tenda Vermelha, o registro de sua existência estava apenas em um único capítulo da Bíblia, em Gêneses 3: “Dinah, a filha que Lia havia dado a Jacó, saiu para ir ver as filhas da terra”. 

Trata-se de uma série curtinha que vai tratar de sororidade, feridas sagradas femininas e muita irmandade!

Com toda a certeza você vai se encantar com as imagens e o contexto cristão voltado a trazer o brilho das personagens mulheres no filme!

7. O Sorriso de Monalisa

Arte, subversão e feminismo nos anos 50. 

O filme “Sorriso de Monalisa” retrata a vida de mulheres dos anos 50 cujo objetivo único era: atrair um marido. 

Enrede de base enfadonho, mas com toda certeza vai prender a sua atenção porque ainda é muito atual.

Conforme, na vida e na arte, o conservadorismo presente na época regulava a sociedade vai te surpreender analisando a vida ao seu redor (a dos dias de hoje!). 

Subversiva era quem não vivia segundo preceitos tradicionais. Será que você vai se gostar?

8. Eu não sou um homem frágil

Vamos sair da temática de mulheres na questão de protagonismo desse filme. Porém, não vamos deixar a temática de energia feminina de fora.

” Eu não Sou um Homem Frágil” (original Je ne suis pas un Homme Facile), pode não ter sido o melhor título do mundo, mas certamente merece nossa atenção. 

O filme traz a vivência de um machista que acorda em um mundo dominado por mulheres. 

Você  vai se divertir muito e colocar o cabeção para refletir sobre os princípios sexistas que nossa sociedade (principalmente as mulheres) alimentam.

Instituto Despertar Feminino - Autoria Tamaris Fontanella

Todo conteúdo desse site é protegido pela lei de direitos autorais. É proibida qualquer reprodução parcial, ou total, de textos e de imagens sem a devida autorização.​

Um comentário em “8 Dicas de Filmes Sagrado Feminino

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.