Mulher Sevagem: Só por hoje Uive! | Café com Tata Yaga

Mulher Selvagem: Só por hoje sua essência verdadeira ocupou esse mundo?

Conforme você mergulha no Feminino Sagrado vai aprofundando na sua compreensão do que é Ser Mulher.

No começo é algo que formiga dentro do peito. Uma sensação, assim, que é até engraçada, mas que com o tempo pode se tornar incômoda.

Porque incomoda?

 

 

 

Temos tantas referências do que é ser mulher: referências familiares que nos foram dadas, mulher próximas que foram se revelando pra gente e o que nos é dado do social, das mídias, que vão invadindo as referências reais, aquelas que estão ao nosso redor.

Esse incomodo vai aumentando até que somos convidadas a mergulhar mais profundo em nossos valores, numa descoberta, posso dizer até minuciosa de nós mesmas.

Esse convite de se descobrir, descobrir a verdade do seu ser, lá no primeiro momento é lindo!

Mas, ao irmos revelando camadas e mais camadas, aqueles aspectos sombrios (as nossas sombras) e tudo que negligenciamos em nós mesmas vai ficando mais nítido.

 

Não é fácil encarar a verdade de si mesma!

 

Descobrimos muita coisa que não é nossa, não faz parte da nossa essência, e o porquê fomos carregando essa bagagem por muito tempo.

Algumas de nós se deprimi, outras tiram forças e lutam contra si mesma e algumas, pena que poucas, percebem que essa formiguinha lá no peito é uma chama, um chamado para uma mudança real.

Quando acolhemos esse chamado estamos prontas para fazer um retorno ao nosso lar curador.

Essa chama, há muito adormecida,  te convida a explorar regiões profundas, rumo ao encontro de uma fêmea sagrada, selvagem, que sabe vai descobrir o que quer.

A cada mergulho, que faz dentro de si você, promove descobrir quais são suas reais aspirações, o que gosta ou o que não gosta de verdade. Descobre que caminho deseja tomar, fazendo escolhas cada vez mais conscientes do que quer em sua vida.

 

Vai descobrir que dentro de si não tem uma verdade absoluta, que a cada dia você é uma nova criatura.

Porque a cada dia você é uma nova mulher!

 

Muitas vezes, por sentimos medo dessa criatura (mutante, cíclica, instável) que está para surgir, queremos amordaçá-la e trancafia-la no porão da nossa alma como há muito tempo viemos fazendo.

 

Mas por que fazemos isso? Parece ilógico querer trancar essa nova mulher, impedir que ela venha à tona.

 

Você está num caminho de autodescobrimento para viver a verdade de seu ser e se sabota?

 

Fomos muito tempo condicionadas e doutrinadas a agradar ao outro.

Esse medo de alguém não gostar de nós, de alguém nos rejeitar, é enorme!

Aprendemos ferramentas que nos tornam aceitáveis por muitas pessoas, poderes mágicos que alimentam as nossas relações, e a gente vai lutar para não modificar o que conquistamos.

 

Lutamos pelo simples fato do medo da rejeição.

Só que quando fazemos isso: calamos nossa Voz Autêntica.

 

Escutar o uivo da sua mulher selvagem, dessa fêmea sagrada dentro de si, é escutar a sua verdade, a voz da sua alma, e isso é a Voz Autêntica.

Quando convido mulheres em um círculo a uivar, colocar o som para fora, elas o fazem com prazer e terminam a prática com uma luz incrível que resplandece de seus sorrisos. Por que?

Porque trazem a força, a coragem, a liberdade que há dentro de si mesmas, soltando a sua voz, para ocupar o espaço que é seu, dentro do grupo, dentro dessa matilha de mulheres que estão mergulhando na verdade do seu ser.

Ali há uma espécie de permissão, porque cada uma das mulheres presentes sabe que não é fácil, mas todas elas se colocaram à disposição de libertar aquela criatura que tem medo da rejeição.

 

Hoje eu te convido para revisitar alguns porões, aqueles que impedem de uivar na vida.

 

Como lá no conto do Barba Azul, do livro mulheres que correm com os lobos de Clarissa Pinkola Estés, vamos olhar para algumas portas, perceber o que pode estar por detrás delas.

E depois, assim, com mais segurança, você pode pegar a chave e abrir cada uma das portas, no momento certo, para adentrar, encontrar a criatura que lá se esconde, e juntas saírem desse espaço para o mundo real.

 

Por que diz ”sim” quando quer falar ”não”?
E muitas vezes ”não” quando quer o ”sim”?

Por que deixa de fazer tantas coisas por medo de ”não ser boa o bastante”?

Por que buscar no outro a aceitação que você ainda não se deu?

 

O caminho para dar esse uivo repleto de autenticidade é um só: ame-se.

O amor acontece na escuta que promove o acolhimento.

E quando a chama de autoconhecimento se acendei aí você já está nesse caminho de se acolher.

Então, alguns passos já foram dados e o caminho para encontrar sua mulher selvagem, a verdade de si está mais fácil.

Seja sua melhor amiga, sua mãe quando precisa de colo, sua sábia quando precisa de um conselho mais firme. Entregue a si mesma o carinho, a escuta, o afeto que tanto entrega para pessoas que você ama.

Isso é amor!

 

Ame-se para que esse amor transborde do seu peito, para que liberte sua essência do medo, para que depois doe esse amor e luz ao mundo.

Só por hoje: Uive!

Uivos de Luz

Tamaris Fontanella

Conheça Como A Escrita Terapêutica Pode
Contribuir Para O Seu Autoconhecimento
E Mudar A Forma De Viver Com Prazer!

Saiba mais aqui

Originally posted 2020-11-04 18:58:20.

Você é Empreendedora da sua Vida? – Café com Tata Yaga

Será que vc é Empreendedora da sua vida?

O que eu percebo nas mentorias com as profissionais que não conseguem colocar seu trabalho para a frente é  que a vida também não vai pra frente!

Tudo o que elas desejam fora do âmbito profissional não rola também!

Você é daquelas que começa a leitura de um livro e depois não consegue tempo pra terminar, ou demora tanto que até se desinteressa do livro?

Ou até consegue ler o livro, mas percebe que não aproveitou tanto e quem sabe le o livro de novo?

Começa um projeto de mudar a casa e no meio do caminho vai se perdendo em suas ideias?

Vai mudando tudo? E quem sabe até desiste no meio do caminho?

 

Você é aquela que perde a paciência com a galera de casa quando vai delegar tarefas?

Ou nem delega e acaba se abarrotando de tarefas só pra evitar o conflito em casa?

 

Empreendedor está muito ligado aos negócios, mas hoje eu não estou aqui pra falar para você montar sua empresa, ou dar dicas que podem melhorar o faturamento dos seus trabalhos.
Bom, de certa forma, o que vamos falar aqui hoje  vai melhorar sim a forma de conduzir seus trabalhos como agente de transformação, porque vamos falar de prazer na vida … e se você tem prazer de viver todas as áreas da sua vida se beneficiarão.

Empreendedor é aquela pessoa que enxerga, promove e aproveita as novas oportunidades, se arrisca a colocar em prática seus sonhos, planos e ideias.

Peter Drucker, escritor, professor e consultor administrativo, considerado o fundador da administração moderna, 39 livros publicados, revolucionou a maneira de pensar a gestão em uma organização.  Ele diz assim:

Qualquer indivíduo que tenha à frente uma decisão a tomar pode aprender a ser um empreendedor e a comportar-se como tal.

O empreendedorismo é um comportamento, e não um traço de personalidade.

 

Se o Peter está dizendo que empreender é um comportamento: conseguir resultados, conquistar seus sonhos são comportamentos.

E quanto mais você alimenta comportamentos que nunca vão mudar, mais as coisas continuam do mesmo jeito na sua vida.

As pessoas que acreditam que já tem o seu jeitão, que seu comportamento nunca vai mudar, possuem o mindset fixo.

Crêem que as coisas são como são e as potencialidades humanas são imutáveis, isto é, são fixas. Ou seja, acreditam que as suas qualidades básicas não vão mudar.

Ou você é ou você não é. Ou você tem talento ou não tem.

Não  dão valor ao esforço como algo capaz de aumentar a capacidade de conquistas, desenvolvimento e realização. Mudar é algo praticamente impossível.

Acreditando que é assim vão se colocar a disposição só das informações que alimentam suas crenças, não vão descobrir nada de novo para agregar novos valores e claro vão ficar fixadas no tempo e espaço. E por isso a própria vida não anda!

Quando você chegou aqui pequenina não sabia nada, foi aprendendo como criança, depois crescendo e aprendendo muita coisa.

Muitas mulheres tem dado um start comigo ao abraçar suas reais potências e descobrir a sua força empreendedora. O que elas fizeram foi crescer, mudar a realidade a que foram condicionadas. (se quiser saber mais como elas conseguiram sucesso em suas vidas clique aqui)

Ué, e você não mudou nada até agora?

É claro que mudou!

O que a pequenina não sabia hoje ela sabe!

Então porque hoje você deixou de lado a curiosidade, o explorar e o brincar com tudo que te cerca?

Olhe para sua história e perceba o quanto você mudou dentro de si mesma.

A mulher que você era ontem não é a mesma mulher que está tomando um café aqui comigo.

A vida andou, você andou na vida, e chegou no aqui agora.

Se até agora você não conduziu seu caminhar a partir desse momento você tem mais lucidez para fazer as escolhas que deseja e seguir em direção das busca dos resultados que quer.

Isso é empreender!

Empreender a sua vida é aproveitar as oportunidades que estão a disposição!

O que não se souber correr atrás para aprender … porque a vida é vivida na prática, o conhecimento é buscado, o aprendizado é absorvido e a sabedoria vem dos resultados da sua história.

Ahh tá, mais eu nem seu como começar….

Então vamos lá, olhe para a pequena que cresceu tanto.

Como é que ela chegou até aqui?

1. Estudando

Ser uma Empreendedora da sua vida exige constante atualização para trazer ideias novas e aperfeiçoar sua alma.

Seja curiosa e tenha vontade de aprender sempre, pois é fundamental estudar muito para compreender tudo.

O autoconhecimento é essencial para saber o que gosta, como deseja as coisas.

Mas, saia da caixinha de tudo que você já faz, as artes, a dança, novos lugares, novos assuntos.

O que é diferente do que você absorve é que te traz novas possibilidades.

2. Não desista no primeiro erro

Você conhece pessoas que nunca cometeram um erro na vida? Eu não conheço!

Uma pessoa sábia aceita os erros e tem certeza que aprende com eles.

Esteja preparada para lidar com os erros e aprender com eles, para conseguir se sair melhor nas próximas tentativas.

Nada é tão ruim que você não possa abraçar. Há caminhos e novas alternativas para tentar de novo. Ou, simplesmente, o erro vai te ensinar você que estava no caminho errado e você vai tomar outra direção.

 

3. Percebe as oportunidades ao seu redor

Muitas pessoas deixam passar oportunidades incríveis por não terem a capacidade de enxergá-las.

A correria do dia a dia faz a gente não perceber a presença das coisas ao nosso redor.

Tome um tempo diário para rever o que fez, com quem esteve, o que realizou.

Apenda a agradecer pelas oportunidades que você se colocou a disposição.

 

4. Tem capacidade de delegar

Não adianta traçar todo o caminho para tirar uma ideia do papel se você ainda não de desenvolveu o conhecimento para concretizar seus sonhos. Mas, há muitas pessoas que sabem o que você ainda desconhece.

Aprenda a delegar o que não sabe ainda, assim você tem mais tempo para aprender e conduzir o que deseja.

Outra coisa de delegar, há tarefas que não são suas nas relações que temos. Então dê essa tarefa para quem tem que fazer.

Fazendo a tarefa do outro você tira a oportunidade dessa pessoa de empreender a vida dela e deixa de fazer as coisas que realmente você precisa e que trazem prazer.

 

5. Comprometa-se com você

Nós, Agentes de Transformação, somos exímias cuidadoras … cuidadoras dos outros.

Se coloque em sua agenda, pergunte-se como você está, lhe dê bom dia e boa noite.

Se você não se comprometer de verdade com seu você, não tem como a vida dar certo, porque você está sempre vivendo a vida dos outros.

Você só tem 24 horas por dia e isso é suficiente para viver hoje!

6. Qualidade não é quantidade

Procure mais qualidade de vida, o que alimenta sua mente e seu corpo interfere diretamente no quantum de energia que você tem.

Todos aqueles que você ajuda só continuaram a ter sua presença se você estiver bem.

Então a qualidade em sua vida é fundamental se quiser ajuda-los. Afinal você só pode doar o que você tem.

Procure mais qualidade em todas as áreas da sua vida e quando entregar essa qualidade ao universo vai descobrir que a sincronicidade existe para as coisas boas também (não só as ruins).

7. Não tem medo de correr riscos

Viver e correr riscos. Se colocar diante do novo é ficar com medo.

Viver exige muita coragem e disposição para enfrentar novos desafios.

Mas é claro que isso não pode acontecer de maneira irresponsável e não planejada.

Com inteligência emocional você desenvolve a capacidade de calcular bem os riscos de enfrentar, optar e decidir sua caminhada.

Se ainda não tem inteligência emocional desenvolva, tudo pode ser conquistado, basta se colocar a disposição.

8. Sabe estabelecer metas

Você tem sonhos! Estabeleça metas para chegar nele.

E cada passo para chegar ao objetivo final são pequenos objetivos que você conquistou.

Aprenda a celebrar cada pequeno passo.

Resultados positivos não caem do céu. É preciso toma a iniciativa para transformar suas ideias em algo concreto.

Para dar conta de conquistar o que deseja você só precisa ter proatividade para tomar decisões.

A vida é feita de tomada e decisões, de escolhas.

Não existe escolha certa ou errada, existe aquela que te coloca no caminho que você deseja.

 

Eu espero que com a partilha de hoje você possa se colocar no caminho de ser a Empreendedora da sua Vida.

Se você quer algo, vá à luta e faça por merecer!

Ninguém vai trilhar seu caminho por você e não há uma fórmula mágica para o prazer de viver.
Você é capaz de fazer diferente e estar muito melhor amanhã do que está hoje.

Tamaris Fontanella

 

 

Originally posted 2020-10-28 16:09:46.

A Cultura do Superficialismo – Café com Tata Yaga

A Cultura do Superficialismo está arraigada nos tempos pós-modernos.

 

Você tem sentido que a maioria das pessoas não encontra mais tempo para nada e estão sempre atarefadas?

 

E quando mais se carregam de tarefas na vida reclamam que não há prazer de realizações, prazer com os outros e prazer de viver a vida?

 

Estamos absorvendo que não se pode demorar para conquistar o que deseja.

O melhor e mais “esperto” é se concentrar na informação e nos estímulos rápidos e assim vai se crescendo, seguindo, para onde deseja com muito mais rapidez.

Até porque se quer saber alguma coisa coloca no google que ele responde rapidinho para você!

 

O que eu percebo é que há muito tempo não há mais  lugar para raízes, não há tempo de se aprofundar, não é necessário buscar a essência, tudo é superficial.

Li um texto hoje que me tocou muito, porque percebo essa verdade mais intrínseca nas partilhas que tenho feito com outras mulheres.

 

As relações são superficiais, os sentimentos são superficiais, a beleza é superficial, o conhecimento é superficial, a alegria é superficial, a vida é superficial, simplesmente vive-se nos tempos pós-modernos sob a superficialidade.

Não há autenticidade nas relações, não há entrega nos sentimentos, não há naturalidade na beleza, o conhecimento adquirido é através da “speed read”, a alegria é encenada nas redes sociais e a vida é uma máscara que esconde as frustrações da falta de raízes.

É um tempinho meio que sem graça, sem profundidade, sem consistência, fluidificado, com a desreferencialização do real e dessubstancialização do indivíduo. (Nédia Galvão)

Se você anda acreditando que a vida de uma pessoa se resume ao que ela mostra nas redes sociais, que a vida é como essa vitrine que você desliza com o dedo na busca de imagens de  uma vida perfeita, cheia de sorrisos, com viagens, bens materiais e ausência total de problemas: você só trocou o romantismo da telinha da tv para a telinha do celular.

Enquanto continua rolando seu dedinho ali na tela você passa muito tempo ignorando outras coisas que são extremamente importantes e que não podem ser vistas olhando apenas para a superfície.

Quando algo sair do trilho na sua vida, você receber um não pelo sim que esperava: a frustração vai te pegar e não vai ser fácil alcançar os seus irreais de perfeição.

E  em grande parte essa frustração vai acontecer porque tem se colocado a disposição de se embriagar com ilusões.

Vem senta aqui e vamos conversar um pouquinho sobre o que te trago hoje!

 

Superficialismo é um comportamento de quem fica apenas na superfície e não se aprofunda, o que pode se aplicar a várias situações da vida.

É a forma como cada indivíduo faz um contato sem relação com tudo que o cerca.

 

Essa grande valorização do superficial, do rápido, e da falta de tempo de um contato real para assimilar sensação e sentimento, acaba afetando a relação da pessoa consigo mesma, pois ela passa a se cobrar a perfeição que vê nos outros.

Afinal, o mundo tem se apresentado, sempre, já com a imagem finalizada, com os desejos prontos embaladinhos de presente para você engolir com os olhos. Um presente atrás do outro.

Se você não mora no melhor imóvel, não tem o melhor carro, as melhores roupas e, até mesmo, a aparência considerada padrão, com certeza vai se sentir um patinho feio, se sentir inferior e vai deixar de valorizar aspectos muito mais significativos e negligenciar todas as suas potências.

 

A cultura do superficialismo é cruel com quem se deixa levar por ela.

Eu quero que você a partir de hoje acorde para esse mecanismo que facilmente pode fazer com que se perca de si mesma.

Por isso, é fundamental que busque olhar mais para o que acontece de verdade, no dia a dia, e dar o devido valor aos seus sentimentos, aos laços de carinho, às amizades, à família, ao que alimenta a sua alma.

 

Lembrando que não é errado desejar conquistar bens materiais e cuidar da própria aparência, desde que se busque tudo isso por si mesma e não para se sentir parte de um grupo ou por alguém.

 

Se deseja se desvencilhar desse padrão para que a sua vida tenha significado, e quer se manter longe da Cultura do Superficialismo, comece colocar em prática as dicas abaixo:

 

1 – Nada é como se apresenta ao primeiro olhar
A primeira atitude que deve tomar para se manter longe da cultura do superficialismo é começar a enxergar além das aparências.

 

A primeira apresentação não deve ser a que fica.

Existem mais verdades que os seus olhos podem captar se você dirimir sua atenção, e muito mais se usar os outros sentidos.

Assim, irá se conhecer melhor, saber como quer fazer contato contudo que te cerca e dar um importante passo para uma vida com mais significado.

 

2 – Relacionamentos nos ensinam a ser mais quem queremos ser
Os relacionamentos são uma parte muito valiosa da nossa vida e devem ser considerados como tal. São eles que vão nos revelando quem realmente somos, e na troca com o outro que vamos acolhendo a nossa verdade, reafirmando nossos valores e descobrindo nossas virtudes.

 

Liberte-se de qualquer preocupação com as aparências e cultive as relações que tem com a sua família e os seus amigos, essas pessoas estarão do seu lado independentemente dos seus bens ou do seu sucesso, e isso não tem preço.

 

3 – Maria nunca vai com as outras, Maria quer estar com as outras e ser Maria
Antes de julgar alguém pela aparência, se permita conhecer, conversar, saber mais a respeito da pessoa.

 

Podemos nos surpreender muito com isso, principalmente porque os estereótipos podem nos enganar.

Tenha em mente que não dá para saber como uma pessoa é apenas olhando para ela, sem qualquer informação mais profunda.

 

4 – Valorize as coisas, seus bens, pelo que podem te proporcionar e a função de auxílio que podem trazer para sua vida
Adote o hábito de se questionar sobre as coisas que deseja.

 

Se a origem é realmente pessoal ou se está buscando se encaixar em um grupo de pessoas, ou padrão, ou aliviar uma tensão.

Como já disse anteriormente, não há problema algum em ter o desejo de adquirir itens que lhe proporcionem conforto, desde que o faça por si mesmo.

 

5 – Na simplicidade existe mais rapidez e felicidade
Já parou para pensar no quanto coisas simples e consideradas pequenas podem nos fazer felizes?

 

Uma conversa agradável e despretensiosa com um familiar, saborear algo que gosta, encontrar os amigos para um passeio, o descanso depois de um dia cheio de trabalho, são coisas que geralmente passam despercebidas, mas que se forem vividas na essência podem ajudar você a dar um novo significado para a sua vida.

 

6 – Somos seres espirituais tendo vivências materiais
Viver com mais profundidade e se desprender das aparências é cuidar da sua espiritualidade.

 

Lembrando que não há necessidade de estar ligada a uma religião se você não tiver nenhuma crença nesse sentido.

Cuidar do lado espiritual é buscar um significado para a vida, ter prazer em ser e estar nos caminhos que escolhe, encontre uma maneira que esteja de acordo com o que acredita e veja o quanto isso é poderoso.

 

7 – A grama verde mais verde deve ser a sua

Essa é uma analogia muito interessante e nos deixa uma poderosa lição sobre a vida.

 

Muitos de nossos desejos são pautados na observação do que os outros já conquistaram, e as vezes seguimos os mesmos padrões de escolhas porque não sabemos exatamente o que nos dá prazer.

E indo mais além: Será que o tom de verde da grama que te atrai é a mesma da do seu vizinho?

 

O superficialismo é cruel porque leva as pessoas a buscarem ideais de sucesso e felicidade que não são verdadeiros para a sua alma.

Quando você repete padrões e escolhas que os outros já realizaram para saciar seus desejos, achando que será mais esperta, está deixando de fazer contato com a verdadeira satisfação que existe dentro de você.

 

A melhor forma de dirimir seus caminhos com eficácia é tendo a consciência de que a satisfação possui um sentido pessoal, sendo assim, cada um deve buscar se conhecer e entender o seu próprio significado.

Eu espero que você agora perceba que “Tempo é Vida” e que sim não tem moeda mais valiosa do que o tempo que você gasta com a verdade do seu ser.

 

 

O meu desafio de hoje é: veja os 7 tópicos quais dele consegue colocar em prática a partir de amanhã, somente um, e vá aproveitando cada momento de sua escolha. E hoje, lá no final do dia, se dá um carinho, um mimo. esteja com você para você!

 

 

Até a próxima

Tamaris Fontanella

(texto inspirado nas partilhas da hora do café com Jose Marques e Nédia Galvão)

Originally posted 2020-10-21 16:00:20.

Síndrome da Mulher Maravilha: Você tem? | Café com Tata Yaga

Você já ouviu falar na Síndrome da Mulher Maravilha? Será que essa energia está permeando a sua vida?

A ilusão de que a mulher deve ter superpoderes para dar conta de tudo, ser bem-sucedida profissionalmente, ser excelente mãe e dona de casa, uma ótima amante  e estar em ação 24 horas por dia contribui cada vez mais para a Síndrome da Mulher Maravilha.

 

Uma das super-heroínas mais conhecidas, a Mulher Maravilha, definitivamente não foi criada para viver à sombra de um herói masculino.

Atire a primeira pedra a mulher que nunca quis se autossuficiente!

 

A Mulher Maravilha foi desenhada em 1941 (o superman em 1938), pelo psicólogo e escritor William Moulton Marston, para lutar, ser livre. E sua missão é a de para propagar a paz, sendo a defensora da verdade e da vida na luta entre os homens e o firmamento, entre os mortais e os deuses.

E assim, até hoje o termo é utilizado para expressar força e coragem e combater o conceito de inferioridade feminina.

Embora, as mulheres através de suas constantes lutas para garantir seus direitos sociais tenham conquistado cada vez mais espaço na sociedade a maioria não deixou de cuidar  da família, cuidar da casa, cuidar do companheiro(a), cuidar da alimentação da família, cuidar dos filhos…  e acabam por ter jornadas duplas, triplas de trabalho procurando sempre executar tudo com perfeição.

Até porque ser uma “super mulher” é ser empoderada!

E exercer o empoderamento feminino, demanda muita energia … não é?

Ao mesmo tempo em que a imagem da a Mulher Maravilha contribuiu para o empoderamento feminino, ela criou sobrecarga para as mulheres do século XXI: a chamada “Síndrome da Mulher Maravilha”.

Esse tipo de síndrome é um desequilíbrio que toda mulher tem, já teve ou vai ter… é da nossa natureza mesmo… das Mulheres Contemporâneas.

E não é a toa que as vezes a gente se esgota ou até mesmo surta!

Então vamos lá descobrir se você está ou já permeia essa zona de alerta. Vou trazer algumas questões para você refletir.

1.  Você se sente frequentemente pressionada a desempenhar muitas tarefas (seja em casa ou no trabalho), dar conta delas e resolver tudo sozinha?

Se sua resposta imediata for sim, esse é um sinal de alerta!

Há uma necessidade muito forte em nossa essência de demonstração de força, capacidade de superação e vontade de acertar. Queremos conduzir as rédeas de nossas vidas e abraçar mais do que que cabe em nosso abraço.

Saiba que você não precisa dar conta de tudo. Vamos combinar: tudo é sempre muita coisa.

Fazer tudo demanda ter muito tempo e não cabe tudo em 24horas. Fazer as coisas com presença traz mais efetividade do que ticar tarefas!

Se você surta de vez em quanto porque acha que não vai dar conta, está tudo bem.

Sabe: tudo e todos se ajeitam sem você, e aproveite esse tempo em que os outros se viram com suas coisas para cuidar de você.

2.Você tem que ser a mãe perfeita, ou a esposa perfeita, ou a profissional perfeita, ou a amiga que não esquece um aniversário, ou a filha exemplar…?

Somos cobradas por nós mesmas, pela família, pela sociedade e por qualquer pessoa que faça parte do nosso círculo de relações para alcançar altos níveis de perfeição.

Se existe essa busca infinita de perfeição é melhor ficar atenta porque alcançar altos índices de cobrança é uma ilusão.

Que tal se dedicar mais e escolher ser melhor, ser mais assertiva e aproveitar cada momento festejando o que conquistou e com quem você ama.

Perfeição e vida real na mesma frase não fazem sentido.

3. Você acredita que pode controlar tudo da sua maneira e que se pensar em tudo vai deixar a vida mais segura?

Colocar sua energia para organizar, planejar, projetar faz parte da vida. Só assim alcançamos nossos sonhos.

Porém, a vida real não é tão simples como o planejamento estratégico e há muitas engrenagens para que as coisas aconteçam que não dependem só de você. E mais uma coisa, as pessoas não são bonequinhos que você maneja de acordo com o que deseja, elas tem vontade própria: como você.

Controle demais tira sua espontaneidade e as oportunidades de aproveitar novas possibilidades: pense nisso!

O que é mais gostoso: poder escolher qual o sabor de suco de fruta que quer tomar ou todos os dias sentir sempre o mesmo sabor?

4.Você costuma se comparar com os super poderes das outras super heroínas?

Ter mulheres em qual se espelha é muito bom. Se elas já chegaram onde sonha estar então é possível realizar seus sonhos e ir até além.

Porém, quando você só quer alcançar os passos de outra pessoa está deixando de dar os seus próprios passos, de escrever a sua história.

Como você a maioria das pessoas coloca a disposição dos outros o lado bom da sua vida e esconde debaixo do tapete os momentos em que esteve descabelada lutando para superar seus próprios limites.

A sua grama deve ser verde porque te dá prazer e não porque a grama do vizinho é mais verde.

 

 

É claro que qualquer pessoa que se coloque a disposição dessas cobranças, as quais fiz você refletir, vive no limite de suas capacidades físicas e mentais.

O controle e a  sensação de que nunca é suficiente é constante.

E aparece a grande vilã quando não consegue atingir os parâmetros que colocou para si mesma: a culpa.

Se você perceber que a culpa está constante é muito importante que você avalie: como essa demasiada entrega para a perfeição está impactando a sua vida.

E é sempre importante frisar algumas coisas que passam desapercebidas na correria do dia-a-dia:

1. Você tem o direito de dizer não

2. É necessário avaliar o que constantemente o que é mais importante

3. É necessário aprender a delegar tarefas e acolher o tempo de cada pessoa

4. O autoconhecimento também é uma poderosa arma para lidar com as cobranças. Invista em você!

5. Reserve momentos para si mesma, como eu te disse o mundo vai caminhar por alguns minutos sem a sua presença.

Que possamos seguir entregando o que temos de melhor nunca nos faltando saúde, bem-estar, paz e alegria.

E eu te desafio a olhar para si mesma e desacelerar, escolha algumas tarefas que podem ser delegadas, uma só já é um grande começo!

Até a próxima!

Tamaris Fontanella

 

E se você é empreendedora e mesmo com toda a sua potência tem dificuldades de ter sucesso, eu acredito que você está direcionando a sua energia de forma errada. Vem comigo aqui que eu te explico!

Originally posted 2020-10-14 15:05:31.

Será que você sofre com o “Abuso da Essência”? – Café com Tata Yaga

Hoje, quero dissertar com você sobre um dos pilares de estudo do meu trabalho: o Abuso da Essência.

Você que tem procurado conhecer meu trabalho sabe que o pilar de todo o “Despertar Feminino” é a Theaterapia®.

A Theaterapia® é um pensamento funcional que norteia a Jornada da Mulher Contemporânea.

Essa Jornada na minha visão tem 5 aspectos que se dividem em portais de sabedoria da energia feminina.

Os pilares que sustentam todo o arcabouço de saberes da Theaterapia® são:

  • a Unidade de Ser e Estar
  • o Abuso da Essência
  • o Sequestro da Subjetividade
  • O Poder do Aqui e Agora e o Retorno ao Lar Curador
  • o Empoderamento Feminino e a Potência da Unidade na Coletividade.

Como disse anteriormente, hoje divido com você um pouco do “abuso da essência” e meu objetivo é para que você desperte para esse assunto, porque ele está mais presente em sua vida do que você pensa!

Em todas nós há uma couraça que esconde a verdade da Alma, nosso manto das feridas sagradas, como nos protegemos de toda a dor que nos pode ser infligida.

Há muitas situações que bloqueiam nossa expressão de sensações, sentimentos e pensamentos ou até mesmo a privação da capacidade de administrar a própria vida.

O  “abuso da essência” é algo silencioso e sagaz!

Nossa incapacidade ou falta de disposição para falar abertamente sobre ele  faz com que fechemos nossos olhos para o que afeta nossa vida, nossa família, nossa comunidade e a sociedade de um modo geral.

Escondemos os abusos por causa da vergonha, deixamos ele abaixo da superfície, de onde permeia nossa vida pessoal e pública, para nos protegermos de algo que pode ser destrutivo e insidioso para  nossa “essência”.

Aqui nessa omissão o principal motivo é a vergonha. E nós sabemos a vergonha é utilizada como ferramenta de humilhação e exclusão, e nenhum ser quer ser rejeitado.

A vergonha é um sentimento doloroso que nos faz acreditar que somos inadequados e por isso indignas de aceitação e acolhimento.

Com a vergonha vem a desconexão e com essa desconexão o medo. E assim nos fechamos abraçando nossos segredos mais profundos.

A “essência” é o seu “Ser”, é uma unidade difusa à personalidade (suas atitudes e predisposições de comportamento) que você revela e  conhece, representado partes de si em sua própria consciência.

A “essência” é aquela que carrega todo o código de sua vida (genético, psíquico, espiritual) e suas experiências vividas.

Consequentemente, o que omitimos de nós contribui para uma grande variedade de problemas mentais e de saúde pública, entre os quais a depressão, os transtornos de ansiedade, distúrbios alimentares, bullying, suicídio, abuso sexual e todos os tipos de violência física e emocional.

O “abuso da essência” é usado como ferramenta para criar, ensinar e educar nossos filhos. E como crianças que fomos sofremos com isso.

 

Abuso é tudo aquilo que causa sofrimento e fere.

Às vezes, tão ou mais prejudicial que o abuso físico é o abuso psicológico, que se caracteriza por rejeição, depreciação, discriminação, humilhação, desrespeito e punições exageradas.

O abuso da essência trata-se de uma agressão que não deixa marcas corporais visíveis, mas emocionalmente causa cicatrizes tão profundas para toda a vida e torna o ser diminuto em sua capacidade de transcendência.

O “abuso da essência” permeia nossa existência, “somos o que somos” porque passamos por ele de forma “gloriosa”!

Focamos tanto em cuidar de nós mesmas e de nossa família que não enxergamos as ligações que permitem que o problema seja estendido acontecendo em larga escala.

Achamos que se trata de um problema pessoal ou questões de autoestima em vez de um sério problema social.

Todas as lições que nos forem ensinadas modificaram e moldaram nossos comportamentos, pensamentos e sentimentos, a fim de que fossemos doutrinadas a sermos mulheres “aceitavelmente” sociais.

E assim aprendemos como boas alunas, mudamos a pessoa que viemos para ser e nos tornamos a pessoa que se deve ser.

Nada é mais eficiente para nos silenciar do que o “abuso da essência”.

Nossas mídias prometem prêmios àqueles que ofertam traições, confrontos hostis, exclusão, humilhação para alcançar seus altos índices de audiência.

Nos entretemos olhando “a desgraça” e a “vergonha” do outro, e ao mesmo tempo, tentamos compreender porque o mundo se tornou tão assustador.  E, porque a política é um mero jogo de contenção de classes. E, o que ocorre com aqueles que tanto amamos que sofrem com altos níveis de ansiedade.

Nossa cultura impulsiona o medo, a recriminação e a desconexão como uma poderosa incubadora para humanos perfeitos, estereotipados, afim de que sejam “humanos poderosos”. Porém, todo esse poder serve a um único “poder maior”: a engrenagem social.

Toda vez que você se limita, engole seco,  se deprimi, se fecha, perante uma situação ou frente a uma pessoa impedindo que você  se expresse você: sofreu ou cometeu um abuso de sua essência.

E aqui não estou falando do outro em cometer tal atrocidade com você, estou também trazendo “luz à sua consciência” de que os maiores ladrões de nossa potência: Somos nós mesmas”.

A Theaterapia vem romper nossos véus, remover barreiras, ancorar nossos medos, para que busquemos nossa Luz Verdadeira!

Espero que a partir de hoje olhe com mais carinho sobre como tem exercido sua essência em sua vida.

Bjus de Luz

Até a próxima

Tamaris Fontanella

 

 

Originally posted 2020-10-07 16:00:06.

Não é necessário ter medo para: Ser Você Mesma – Café com Tata Yaga

Aprendemos tantas coisas que moldam nossas atitudes e comportamentos, e  revelam nossa vulnerabilidade, que é muito compreensível que você tenha medo de exercer: “Ser Você Mesma”.

 

“O esforço para se sentir aceita e digna não dá trégua” (Brené Brown)

 

Passamos grande parte de nosso tempo tentando agradar os outros para recebermos atenção, afeto, para que eles correspondam as nossas expectativas e nós as deles.

 

Perdemos muito tempo em “joguinhos” que nos distanciam de mudanças significativas e duradouras em nossas vidas.

 

Eu, você e quem você ama não são pessoas perfeitas!

Ali nas camadas mais escondidas, aquelas que suprimimos a todo o momento para parecermos mais fortes que somos, existe uma vulnerabilidade que não tem porque se envergonhar!

Você tem ideia de que a Mulher que se tornou hoje é porque teve em seus caminhos diversas superações?

Que cada obstáculo fez com que você lidasse com suas vulnerabilidades para conquistar o que desejava?

Quanto menos você compreende as suas vulnerabilidades e como elas afetam seus sentimentos, pensamentos e comportamentos mais o medo exerce poder em sua vida.

 

Você só se congela diante daquilo que desconhece!

Então se é um medo conhecido, essa vulnerabilidade, ele já perdeu o seu poder!

 

Por exemplo, eu tenho medo de altura. Não sei onde essa gatilho entrou em minha vida, até porque quando criança o meu brinquedo preferido era o teleférico. Porém hoje eu tenho ferramentas que me colocam frente ao medo de altura e consigo enfrentá-lo com muita segurança. Eu sei exatamente como esse “medo de altura” fala comigo e me deixa frágil ao ponto de desistir de fazer algo que eu tanto queria.

A historia que vc conta da sua história, a forma como você se percebe, está ligada totalmente como acolheu as suas emoções. E foi catalogando essas informações na sua psique.

Acredite o seu sentir muda ao longo dos anos, se perceber frente as sensações faz com que compreenda e acolha novos sentimentos.

E quando você enfrenta uma vulnerabilidade a melhor forma de lidar com isso é o auto-acolhimento.

 

 

Desenvolver a resiliência frente a essas limitações faz com que você as reconheça, enfrente-as de forma construtiva e cresça a partir das experiências que vai descobrir se libertando do medo, da culpa e da desconexão.

Somente o acolhimento, a compaixão te levará em direção da coragem e de viver uma vida mais autêntica.

Na Theaterapia mapeamos nossas vulnerabilidades, uma de cada vez, e vamos tornando-as conscientes.

As observamos de diversos ângulos e vamos acolhendo etapa por etapa até estar frente a frente com essa faceta que existe dentro de nós.

Não há necessidade de haver um enfrentamento, ou de também se jogar nesse acolhimento sozinha. Ter ajuda e saber que há o momento certo para trabalhar com suas vulnerabilidades é ter sabedoria!

 

Hoje convido você a perceber:

  • Existe algo que você já deixou de fazer ou vem deixando de fazer que é necessário para expressar quem você realmente é?
  • E o que te reprimi, o que te oprimi que não permiti que você exerça sua potência verdadeira?

Ahhh … “o que os outros vão pensar … vão dizer …”, “vão me chamar de louca”, “estou muito velha pra isso” ….

São imprintings que você mesmo alimenta em sua mente e tornam-se a programação perfeita para você desistir de exercer realmente quem você é!

 

Mulher lembre-se: só você pode colocar sua energia para andar, para ser e estar nesse mundo!

É hora de ocupar o seu lugar e exercer a Potência que você é!

Até breve,

Tamaris Fontanella

 

Como uma Agente de Transformação que trabalha com mulheres você precisa comunicar a sua verdade, o que realmente vai transformar a vida das pessoas.

Quer saber como pode ganhar dinheiro e ajudar muitas mulheres com a potência que você já descobriu aí em si mesma? Vem aqui que eu te conto!

 

 

 

 

Originally posted 2020-09-30 15:43:52.

Livre-se da Ansiedade – Café com Tata Yaga

A ansiedade é um estado caracterizado por apreensão, desconforto e insegurança, gerado através da expectativa de que que irá acontecer, seja algo ruim ou até mesmo bom.

Na grande maioria das situações, não há qualquer indício de que isso realmente irá se concretizar, são projeções de espera, contudo para a mulher que apresenta ansiedade esses pensamentos a deixam inquieta e tensa, com um sentir bem desorganizado.

Esse sentir desorganizado acaba lhe causando diferentes tipos de sensações de mal-estar físico, além de comprometer diversas áreas de sua vida.

Hoje vivemos em um ritmo acelerado, o que, consequentemente, influencia a rotina e a vida de grande parte das pessoas de todo o mundo, com destaque para o Brasil. Para se ter uma ideia, nosso país é o primeiro da lista no ranking de ansiedade, somando quase 19 milhões de brasileiros, o que equivale a 9,3% da população. (fonte folha de sp 2019)

Não seria diferente na quantidade das pessoas que me procuram na Theaterapia, a maioria das mulheres apresentam essa queixa.

Se você é uma dessas pessoas que vive pensando no futuro, no amanhã e suas infinitas possibilidades, saiba que não está fadada a viver com a ansiedade.

Vou dividir aqui com você 12 Atitudes para ir se libertando da ansiedade, tarefas práticas para que consiga nas atividades no dia a dia ir tomando as rédeas do seu presente e posso viver com mais prazer e alegria.

 

Mas antes de começar sair por aí praticando é importante que compreenda que você não tem ansiedade, “está” num estado que permite que a ansiedade domine seu ser. Ou seja, você está entregando a um predador da sua psique a sua vida e está na hora de querer Ser e Estar, habitar esse corpo para abraçar tudo que lhe pertence.

Se está seguindo recomendações médicas continue seu tratamento e em algum momento seu médico irá perceber a sua melhora.

 

1 – Se mexe garota!

A ansiedade adora atacar gente que tem a vida parada, a forma dele é colocar os pensamentos para se movimentar, então “corpo são mente sã” faz aqui o maior sentido.

A prática de exercícios eleva a produção da serotonina, substância química que aumenta a sensação de prazer e promove o relaxamento, o que é ótimo para deixar os pensamentos ansiosos de lado. Antes de começar, principalmente se está saindo de um estado de sedentarismo, é importante fazer sua  avaliação de saúde e verifique se está apta e se existe algum cuidado que deve tomar.

 

2 – Utilize técnicas de relaxamento

Pessoas ansiosas tendem a se estressar com mais facilidade, por isso, algumas alternativas interessantes para promover o relaxamento e o bem-estar incluem: acupuntura, ioga, meditação e, até mesmo, tratamentos homeopáticos e florais.

A mais fácil técnica de relaxamento é ter consciência de algumas vezes ao dia de respirar, respirar fundo e retirar o peso dos ombros. Simples né, bora lembrar disso (coloca o despertador do celular para te ajudar)

Outra dica é a respiração chamada diafragmática, ajuda a reduzir a ofegância, a taquicardia e o tremor.

Aproveite para praticar meditações lá do nosso canal do youtube.

 

3 – Atente-se aos seus pensamentos

Você já se percebeu à qualidade dos seus pensamentos?

Quando notar que ideias negativas estão rondando a sua mente, pare, respire e se questione sobre o que é real e o que sentindo. Assim, poderá mudar o foco dos seus pensamentos e dar a eles uma conotação positiva.

 

4 – Foque no aqui e agora

Quando você se foca no momento presente, a probabilidade de  se sentir ansiosa diminui consideravelmente, porque passa a ter total ciência do que está acontecendo, em vez de se distrair com o passado ou o futuro, que é o que gera as crises de ansiedade.

Tarefas do dia a dia faça com presença. Se a cabeça divagar respire fundo, e volte a atenção para o que está fazendo.

 

5 – Mantenha os ambientes organizados

Você sabia que manter os ambientes organizados ajuda a controlar a ansiedade?

Isso mesmo, quando estamos em locais caóticos, com sujeira e objetos espalhados, os pensamentos ansiosos tendem a aumentar.

Procure sempre manter os ambientes organizados, pois isso te ajudará a manter o equilíbrio e o autocontrole, além de otimizar seu tempo, já que não precisará passar horas procurando os itens que precisar.

 

6 – Conviva com pessoas que lhe façam bem

Estar com pessoas que amamos e temos afinidade faz toda a diferença em nossa qualidade de vida e em nosso autocontrole emocional.

Por essa razão, procure fortalecer os relacionamentos e evite que a correria do dia a dia faça com que perca o contato e se afaste de quem você gosta. Estar com essas pessoas fará com que se sinta mais confiante, relaxada e, consequentemente, menos ansiosa.

 

7 – Pratique o autocuidado

Dedique um tempo de seu dia para cuidar da pessoa mais importante de sua vida, você!

Por mais que se preocupe com os seus amigos e familiares, saiba que cuidar de si é essencial para que se mantenha forte para continuar cuidando deles.

Portanto, ouça sua voz interior e conheça suas necessidades. Direcione parte da sua energia para tornar reais os seus sonhos e planos. Invista em você!

 

08 – Seja leve!

Nosso humor é diretamente impactado pela qualidade de nosso estado interno.

Para melhorar a sua qualidade de percepção da vida perceba o mundo sem julgamentos e sorria.

O riso contribui para a cura emocional diária, trazendo mais positividade e equilíbrio para a sua vida.

Aprenda a ver o lado bom das coisas e os ensinamentos que os acontecimentos tem, nem tudo é tão ruim para estragar o seu dia!

 

09 – Confie em Si

Você é e sempre será a sua melhor companhia, pois, por mais que tenha pessoas especiais ao seu redor, existem coisas que elas não podem fazer em seu lugar. Acredite, ninguém estará mais do seu lado na vida do que você mesmo, então, invista nessa parceria e seja fiel à sua essência e aos seus valores.

Você é merecedora de tudo o que o universo tem a lhe oferecer, por isso agradeça, entregue e confie.

 

10 – Ande em suas palavras

Seus pensamentos e as suas ações precisam falar o mesmo idioma. Se você agir fora dos padrões do que seus valores pessoais dizem, ficará ansiosa e poderá enfrentar episódios de crise.

Portanto, pense sobre o que está por trás de cada uma das suas ações, reflita sobre quais são as suas reais necessidades e seja leal àquilo que acredita.

 

11 – Durma bem

Um dos momentos mais sagrados de nosso dia é quando nos deitamos para dormir. Por isso, antes de ir para o quarto, evite agitações, preocupações e desgastes.

Lembre-se que você não pode controlar o mundo, mas pode gerenciar suas ações, pensamentos e sentimentos.

Escolha ter paz e tranquilidade quando for se deitar para dormir, isso ajuda a controlar a ansiedade e, consequentemente, melhora a qualidade do sono.

 

12 – Conheça a si mesma

Quem se conhece, sabe quais são seus limites, suas capacidades e consegue diferenciar um movimento de auto-sabotagem, esforço e dedicação.

Quem se conhece, tende a se aceitar melhor e a agir sem culpa, demonstrando que tem autodomínio emocional.

Quanto mais você se conhecer, mais poderá se curar e se potencializar.

Invista no relacionamento consigo mesmo e veja o quanto a sua visão sobre as coisas poderá se transformar.

Quando se perceber ansiosa, prestes a ter uma crise, busque dentro de si o motivo, a razão, o ativador mental que te fez perder o controle.

Dessa forma, sabendo o que te incomoda, fica muito mais simples escolher a melhor ação para controlar o que está sentindo.

 

Aproveite para compartilhar este artigo em suas redes sociais e ajudar mais pessoas que estejam em busca de formas de controlar a ansiedade.

Fontes:  https://veja.abril.com.br/saude/os-brasileiros-sao-os-mais-ansiosos-do-mundo-segundo-a-oms/ https://www.jrmcoaching.com.br/blog/controlar-ansiedade/

Originally posted 2020-09-23 15:10:51.

O Momento de Poder é Aqui e Agora | Café com Tata Yaga

Não passe a vida lamentado pelas coisas que não deram certo no passado. Aproveite o seu agora para começar um novo capítulo em sua vida e prepare-se para escrever uma bela e longa história daqui para frente! (Eckhart Tolle)

Muitas de vocês me perguntam como cheguei tão longe, como pude realizar tantas coisas, como se isso fosse algum poder mágico.

Está bem, pode até ser uma magia, mas hoje vou dar um nome a ela: “Presença!”.

Para mim: não existe passado, não existe futuro, a realidade é o momento presente.

É agora que as oportunidades estão a disposição.

 

O simples fato de estar presente, sem julgar, sem avaliar ou analisar, me entregar a escuta da minha sensação e do meu sentimento para dirimir as minhas escolhas.

A magia é a “Presença”.

É claro que tudo que escolho hoje vai direcionar o meu amanhã, mas não defini o meu amanhã.

Quando você reconhece que o momento de poder é aqui e agora, você vive a realidade, o que é palpável.

E não é nada complicado, essa presença é estar fazendo as coisas do seu dia a dia promovendo a si mesma a conexão com o que está acontecendo. Manter a atenção plenamente no que está fazendo.

Para começar a viver o presente você pode realizar tarefas fáceis com consciência, por exemplo:

1) Banho: Ao tomar banho, ponha sua atenção em tudo que envolve o seu banho: seu corpo, textura, temperatura, sensação, a água que te toca, o sabão, etc. Esse movimento mental não deixa de ser um leve estado hipnótico. Tudo que você deve prestar atenção é no que está fazendo e acontecendo aqui e agora. Com isso, outros pensamentos, ditos intrusos, são deixados de lado, sem que eles tomem lugar do seu objetivo. Você pode treinar cada vez mais para estar no comando do seu pensamento. Você domina suas ideias e não ao contrário, se divagar volte a atenção para o ritual do seu banho.

2) Lavando o rosto ao acordar: Ao lavar o rosto ao acordar, você pode fazer o mesmo processo descrito acima. Sua atenção pode e deve estar na ação realizada, nas suas mãos que tocam o rosto, na água, no sabão, etc. Quanto mais simples a ação executada melhor, assim, você evita desvios de atenção e emoções invasivas quando o momento pede sua serenidade e total capacidade para o estado de presença. Ideias negativas, crenças errôneas e mal estar são eliminados ao estar pleno no presente.

3) Abrindo a porta de casa: Esse pode ser um bom momento de treino, por ser algo feito num curto espaço de tempo. Focalize sua mente nas suas ações. No seu corpo, no seu movimento, no peso da chave, no que seus olhos veem, na fechadura a sua frente, na porta, etc.

 

É na simplicidade que você vai ocupando a sua “Presença” e assim com o tempo tudo o que o Universo coloca a sua disposição pode ser abraçado com mais consciência.

Muitas mulheres descobriram que na simplicidade da sua história existem potência que podem ajudar outra mulheres a serem mais felizes e terem mais prazer de viver.

Você tem potências aí que pode ajudar outras mulheres. Você pode ser um divisor de água para mulheres que ainda caminham com dores.

Quer saber como você pode ser uma Agente de Transformação, ajudar muitas mulheres e ter um caminho de sucesso profissional com as potências que você já tem? Clique aqui que eu te conto tudo!

Você controla a sua realidade no momento presente, não tem como controlar o amanhã.

O amanhã não é um controle remoto que você pode ligar ou desligar a medida em que ele não foi o que esperou dele. E se esperou algo é porque não estava no presente, estava idealizando o seu futuro.

Hoje mesmo você pode refletir sobre:

  • O que você pode perceber ao eliminar seu dialogo interno (aquela voz dentro da sua mente)?
  • Como sua vida se torna mais leve ao estar em contato com as coisas como são e não como você fantasia?

Prove essa nova sensação de liberdade. Se entregue ao agora, plante algo para a possível colheita amanhã que faça reviver os momentos bons que tem no presente.

Viva o presente, tenha prazer na sua entrega no Aqui e Agora.

Isso é Vida, isso é viver, isso é o Poder do aqui e Agora.

Bjus de Luz com muitos saberes da Theaterapia

Tamaris Fontanella

 

 

 

Originally posted 2020-09-17 16:02:54.