A ressurreição da Mulher Selvagem: La loba

La Loba vem contribuindo cada vez mais com a ressurreição da Mulher Selvagem! Ahhh .. as histórias …


As histórias são bálsamos medicinais. Elas têm uma força!

Não exigem que se faça nada, que se seja nada, que se aja de nenhum modo — basta que prestemos atenção.

A cura para qualquer dano ou para resgatar algum impulso psíquico perdido está nas histórias.

Elas suscitam interesse, tristeza, perguntas, anseios e compreensões que fazem aflorar o arquétipo, nesse caso o da Mulher Selvagem.


As histórias conferem movimento à nossa vida interior, e isso tem importância especial nos casos em que a vida interior está assustada, presa ou encurralada.

As histórias lubrificam as engrenagens, fazem correr a adrenalina, mostram-nos a saída e, apesar das dificuldades, abrem para nós portas amplas em paredes anteriormente fechadas, aberturas que nos levam à terra dos sonhos, que conduzem ao amor e ao aprendizado, que nos devolvem à nossa verdadeira vida de mulheres selvagens e sagazes.

Assim, para promover nosso relacionamento de intimidade com a natureza instintiva, seria de grande ajuda se compreendêssemos as histórias como se estivéssemos dentro delas, em vez de as encararmos como se elas fossem alheias a nós. Penetramos numa história pela porta da escuta interior.

Osso a osso, fio a fio de cabelo, a Mulher Selvagem vem voltando. Através de sonhos noturnos, de acontecimentos mal compreendidos e parcialmente esquecidos, a Mulher Selvagem vem chegando. Ela volta através das histórias.

********************

La Loba

Existe uma velha que vive num lugar oculto de que todos sabem, mas que poucos já viram.

Como nos contos de fadas da Europa oriental, ela parece esperar que cheguem até ali pessoas que se perderam, que estão vagueando ou à procura de algo.


Ela é circunspecta, quase sempre cabeluda e invariavelmente gorda, e demonstra especialmente querer evitar a maioria das pessoas. Ela sabe crocitar e cacarejar, apresentando geralmente mais sons animais do que humanos.


Dizem que ela vive entre os declives de granito decomposto no território dos índios tarahumara.

Dizem que está enterrada na periferia de Phoenix perto de um poço.

Dizem que foi vista viajando para o sul, para o Monte Alban3 num carro incendiado com a janela traseira arrancada. Dizem que fica parada na estrada perto de El Paso, que pega carona aleatoriamente com caminhoneiros até Morelia, México, ou que foi vista indo para a feira acima de Oaxaca, com galhos de lenha de estranhos formatos nas costas.

Ela é conhecida por muitos nomes: La Huesera, a Mulher dos Ossos; La Trapera, a Trapeira; e La Loba, a Mulher-lobo.

O único trabalho de La Loba é o de recolher ossos.

Sabe-se que ela recolhe e conserva especialmente o que corre o risco de se perder para o mundo.

Sua caverna é cheia dos ossos de todos os tipos de criaturas do deserto: o veado, a cascavel, o corvo. Dizem, porém, que sua especialidade reside nos lobos.


Ela se arrasta sorrateira e esquadrinha as montanhas e os arroios, leitos secos de rios, à procura de ossos de lobos e, quando consegue reunir um esqueleto inteiro, quando o último osso está no lugar e a bela escultura branca da criatura está disposta à sua frente, ela senta junto ao fogo e pensa na canção que irá cantar.

Quando se decide, ela se levanta e aproxima-se da criatura, ergue seus braços sobre o esqueleto e começa a cantar.

É aí que os ossos das costelas e das pernas do lobo começam a se forrar de carne, e que a criatura começa a se cobrir de pêlos.

La Loba canta um pouco mais, e uma proporção maior da criatura ganha vida. Seu rabo forma uma curva para cima, forte e desgrenhado.
La Loba canta mais, e a criatura-lobo começa a respirar.
E La Loba ainda canta, com tanta intensidade que o chão do deserto estremece, e enquanto canta, o lobo abre os olhos, dá um salto e sai correndo pelo desfiladeiro.


Em algum ponto da corrida, quer pela velocidade, por atravessar um rio respingando água, quer pela incidência de um raio de sol ou de luar sobre seu flanco, o lobo de repente é transformado numa mulher que ri e corre livre na direção do horizonte.
Por isso, diz-se que, se você estiver perambulando pelo deserto, por volta do pôr-do-sol, e quem sabe esteja um pouco perdido, cansado, sem dúvida você tem sorte, porque La Loba pode simpatizar com você e lhe ensinar algo — algo da alma.


La Loba com “As Clarissas”

Todos nós começamos como um feixe de ossos perdido em algum ponto num deserto, um esqueleto desmantelado que jaz debaixo da areia.

É nossa responsabilidade recuperar suas partes.


Trata-se de um processo laborioso que é mais bem executado quando as sombras estão exatamente numa certa posição, porque exige muita atenção da Mulher Selvagem.

La Loba indica o que devemos procurar — a indestrutível força da vida, os ossos.

É um conto de ressurreição acerca do vínculo do mundo subterrâneo com a Mulher Selvagem.

Na história, La Loba canta sobre os ossos que reuniu.


Cantar significa usar a voz da alma.

Significa sussurrar a verdade do poder e da necessidade de cada um, soprar alma sobre aquilo que está doente ou precisando de restauração.


Isso se realiza por meio de um mergulho no ponto mais profundo do amor e do sentimento, até que nosso desejo de vínculo com o Self selvagem transborde, e em seguida com a expressão da nossa alma a partir desse estado de espírito. Isso é cantar sobre os ossos.

O símbolo da Velha é uma das personificações arquetípicas mais disseminadas no mundo, por isso é extremamente para o conto do self da Mulher Selvagem.

No mito e seja pelo nome que for, La Loba conhece o passado pessoal e o passado remoto pois ela vem sobrevivendo pelas gerações afora e é mais velha do que o tempo.

Ela é a memória arquivada das intenções femininas. Ela preserva a tradição feminina.

Seus bigodes pressentem o futuro; ela tem o olho opaco e sagaz da velha; ela viaja simultaneamente para frente e para trás no tempo, equilibrando um lado com a dança que realiza com o outro.


La Loba, a velha. Aquela Que Sabe, está dentro de nós.

Ela viceja na mais profunda alma-psique das mulheres, a antiga e vital Mulher Selvagem.

A história de La Loba descreve sua casa como aquele lugar no tempo no qual o espírito das mulheres e o espírito dos lobos se encontram — o lugar onde a mente e os instintos se misturam, onde a vida profunda da mulher embasa sua vida rotineira.

É o ponto onde o Eu e o Tu se beijam, o lugar onde as mulheres correm com os lobos.

Essa velha está entre os universos da racionalidade e do mito.

Ela é a articulação com a qual esses dois mundos giram.

Esse espaço entre os mundos é aquele lugar inexplicável que todas reconhecemos uma vez que passamos por ele, porém suas nuanças se esvaem e têm a forma alterada se quisermos defini-las, a não ser quando recorremos à poesia, à música, à dança… ou às histórias.


Embora ela possa assumir muitos disfarces nos nossos sonhos e experiências criativas, ela não pertence à camada da mãe, da virgem, da mulher medial, nem da criança interior.

Ela não é a rainha, a amazona, a amada, a vidente.

Ela é só o que é. Chamem-na de La Que Sabé, Aquela Que Sabe; chamem-na de Mulher Selvagem, de La Loba, chamem-na pelos seus nomes nobres ou pelos seus nomes humildes; chamem-na pelos seus nomes mais novos ou mais antigos; ela continua sendo apenas o que é.


A Mulher Selvagem como arquétipo é uma força inimitável e inefável que traz para a humanidade um abundante repertório de ideias, imagens e particularidades. O arquétipo existe por toda a parte e, no entanto, não é visível no sentido comum da palavra. O que pode ser visto dele no escuro não é visível à luz do dia.

Cada mulher tem acesso potencial ao Rio Abajo Rio, esse rio por baixo do rio.

Ela chega até ele através da meditação profunda, da dança, da arte de escrever, de pintar, de rezar, de cantar, de tamborilar, da imaginação ativa ou de qualquer atividade que exija uma intensa alteração da consciência.

Uma mulher chega a esse mundo-entre-mundos através de anseios e da busca de algo que ela vê apenas com o cantinho dos olhos: esse é o instinto da Mulher Selvagem!

Até a próxima querida Mulher Selvagem!

Aulllllllllllllllllll

Tamaris Fontanella

Invocação de Afrodite

Toda Poderosa Afrodite
Iniciadora dos Mistérios do Amor
Nós invocamos tua presença neste espaço sagrado
Nos conduza a conhecer teu legado às tuas filhas nesta terra
Que possamos despertar o Amor, primeiramente por nós mesmas, aprendendo a amar tudo aquilo que compõe a mulher que somos.
Nosso corpo, o que faz nosso coração vibrar, nossos ideais e sonhos, nossa história.
Nos ensine a capacidade de estar atenta e sensível ao momento presente.


Afrodite, que entre as mil maneiras de conferir teus encantos, nos inspire a ser inteiramente e sensivelmente humanas.
Pois fomos tão machucadas, Deusa, que perdemos a capacidade de se relacionar sem pudores, ligar-se ao outro, permitir ser tocada.
Que a tua presença, sempre arrebatadora, nos ensine a caminhar rumo ao Amor que liberta, ao êxtase dos sentidos, à paixão por tudo que define nossa essência.
Desperta em tuas filhas o teu legado ao mundo: A plenitude do Ser.

Se hoje estamos aqui é porque não tememos mais.

É com a força da fêmea liberta que existe em nós que te invocamos, Afrodite!
O deleite, o amor, o êxtase, a paixão e o coração no momento presente.
Em seus aspectos escuros e luminosos, nós te invocamos!

Seja bem vinda!

Texto de Invocação de Afrodite para  Rito Clã das Lobas 12/12/2015

Postagem original de: 14/12/2015 – Atualização em 15/06/2020

Originally posted 2020-06-15 12:01:28.

Mensagem da Deusa Ísis para você

A Deusa Ísis tem uma mensagem para você:

Na Era de Peixes nós fomos o peixe se movendo na água, aprendendo nossas lições dentro da água.

Na Era de Aquário, nós somos a água, movendo-se livremente para experimentar as lições não limitadas pela forma física do peixe que nós já fomos.

Apenas imaginem-se como o peixe nadando no oceano, explorando tudo que pode ser explorado no oceano.

Agora se imaginem virando esse oceano, não somente explorando, mas se transformando em tudo que é esse oceano.

É disto que se trata a mudança, a mudança de se tornar o oceano.

Muitos ainda permanecerão como um peixe no oceano, pois eles escolheram ficar ligados à vida de peixe por um pouquinho mais.

Alguns escolheram se tornar a água e ir além dos apegos da experiência do peixe físico e explorar sem as limitações da manifestação como peixe.

Para se tornar o oceano vocês terão de se mover para o ponto mais profundo no oceano, encontrar todas as experiências em todos os níveis do oceano, pois é isto que os transforma no oceano.

Vocês se tornam o oceano por se tornar tudo que há para se ver e explorar no oceano.

Há lugares para se esconder no oceano, mas esconder os manterá em um nível no oceano, parados atrás de uma planta ou talvez até atrás de outra espécie de peixe.

O único meio de avançar é encontrar o caminho que é o da menor resistência.

Como vocês sabem, quanto mais fundo vocês estão, mais conscientes as outras espécies de peixe são, e haverá algumas que os deixarão nadar junto enquanto outras não serão tão amistosas e não os deixarão passar por elas, pois elas vivem do alimento que vocês representam para elas.

É aqui que as mudanças dentro de vocês precisam acontecer para que se tornem totalmente cônscios de tudo, pois é para isto que nós os guiaremos para o caminho de ir mais fundo, encontrar seu poder profundo, mudar sua manifestação conforme vocês se aprofundam mais.

Mudar sua manifestação significa tornarem-se os níveis mais altos do oceano e deste modo encontrar o caminho para passar ao próximo nível do oceano.

Vocês irão se mover constantemente para cada vez mais fundo, tornando-se mais oceano, pois é isto que os propulsiona para atravessar para o próximo nível do oceano.

Vocês podem estar num nível que é confortável e permanecer nele, mas se vocês quiserem se tornar o oceano agora mesmo, neste momento, vocês não terão muito tempo para ficar, pois o fim da Era de Peixes está aí e a Nova Era de Aquário está entrando, trazendo diferentes realidades e modos de se ir para níveis mais profundos do oceano.

Vocês estão indo para o cúspide, o ponto zero onde o oceano agora está mudando rapidamente para acomodar a mudança para a Era de Aquário.

Isto significa que há mais movimento no oceano do que já houve e este movimento os apoiará em ir mais para o fundo mais e mais rápido se vocês escolherem seguir este fluxo.

Vocês podem ver isto deste modo: o movimento no oceano está se elevando para o nível necessário para mudar para o movimento da Era de Aquário.

Isto é um renascimento, um movimento de praticamente virar do avesso. Tudo no oceano está avançando para o ponto mais profundo do oceano e a partir daí um novo oceano é criado na Era de Aquário.

Então, como o movimento do oceano é ir para dentro, mais e mais fundo, vocês podem seguir este movimento para mais e mais fundo com mais facilidade do que nunca.

Permitam-se aproveitar o movimento do oceano para que vocês mesmos se tornem o oceano.

As escolhas são ilimitadas, pois o oceano se move e vocês podem se tornar o que vocês já são: o Oceano.

Ísis – Através de Petra Margolis em 04 de fevereiro de 2012

[products limit=”4″ columns=”4″ tag=”xamanismo, aromaterapia”]⠀

A Deusa Ísis

Nossa amada Deusa Ísis foi cultuada e adorada em inúmeros lugares, no Egito, no Império Romano, na Grécia e na Alemanha. Quando seu amado Osíris foi assassinado e desmembrado pelo seu irmão Seth que espalhou seus pedaços por todo o Egito, Ísis procurou-os e os juntou novamente. Ela achou todos eles, menos seu órgãos sexual, que substitui por um membro de ouro. Através de magia e das artes de cura, Osíris volta à vida. Em seguida, ela concebe seu filho solar Hórus.

Os egípcios ainda mantêm um festival conhecido como a Noite da Lágrima. Tal festival tem sido preservado pelos árabes como o festival junino de Lelat-al-Nuktah.

 

Ísis é uma das deusas mais mais poderosas para os Egípcios. Até mesmo seu nome significa “trono”, demonstrando seu poder real. Suas habilidades mágicas são tão grandes que ela podia até mesmo curar os doentes e trazer os mortos de volta à vida. Ísis é vista como uma protetora poderosa e uma modelo materna.

Ísis fazia parte da Enéade, uma família de nove deuses descendentes do deus criador: Atum ou Rá. Ela e seus irmãos – Osíris, Set e Néftis – eram a última geração da Enéade, nascidos de Geb, deus da terra, e Nut, deusa do céu. O deus criador, o governante original do mundo, passou sua autoridade através das gerações masculinas, assim Osíris tornou-se rei. Ísis, esposa e irmã de Osíris, era sua rainha.

Set matou Osíris e desmembrou seu corpo. Ísis e Néftis, junto com outras divindades como Anúbis, procuraram pelas partes do corpo de seu irmão e o remontou. Seus esforços foram o protótipo mítico da mumificação e outras antigas práticas funerárias egípcias.Segundo alguns textos, elas também tiveram de proteger o corpo de Osíris de mais dessacrações nas mãos de Set ou de seus servos.Ísis era a epítome da viúva em luto. O amor e luto dela e de Néftis pelo irmão ajudaram a restaurá-lo a vida, assim como a recitação de feitiços mágicos. Textos funerários continham discursos de Ísis em que expressava sua dor pela morte de Osíris, seu desejo sexual por ele e até mesmo raiva por ele tê-la deixado. Todas essas emoções desempenharam papéis em sua ressuscitação, já que tinham a intenção de estimulá-lo a agir.Ela finalmente conseguiu restaurar a vida do corpo de Osíris e copulou com ele logo em seguida, concebendo seu filho Hórus. Osíris, deste momento em diante, passou a viver apenas no Tuat, o submundo. Entretanto, Ísis conseguiu garantir que seu marido iria sobreviver no pós-vida por ter lhe dado um herdeiro que iria vingar sua morte e realizar ritos funerários.

O papel de Ísis nas crenças do pós-vida era baseado no mito. Ela ajudava a restaurar as almas dos mortos a completude da mesma forma como havia feito com Osíris. Assim como outras deusas, como Hator, ela também atuava como mãe dos mortos, proporcionando proteção e nutrição.

De acordo, Ísis algumas vezes assumia a forma de Amentent, a deusa do ocidente, que adotava a alma morta no pós-vida como seu filho. Durante boa parte da história egípcia, acreditava-se que divindades masculinas como Osíris possuíam poderes regenerativos, incluindo potência sexual, que eram cruciais no renascimento.

Achava-se que Ísis apenas tinha ajudado ao estimular esses poderes.Poderes divinos femininos tornaram-se mais importantes na crença do pós-vida no final do Império Novo.

Vários textos funerários ptolemaicos enfatizavam que Ísis assumiu um papel ativo na concepção de Hórus ao estimular seu marido sexualmente, com decorações de tumba do período romano a representando em um papel central,enquanto um texto funerário da época sugeria que mulheres eram capazes de juntar-se ao séquito de Ísis e Néftis no pós-vida.

Originally posted 2020-05-21 18:37:09.

A lealdade feminina

A Lealdade Feminina é um sintoma da mudança da sociedade rumo a um novo modelo social. Alguma mulheres já estão se conectando. As mulheres tem o Dom da Vida e essa essência feminina que nos irmana é a chave para profundas mudanças no modelo social.

A Lealdade Feminina é transversal. Não podemos esperar que todas as mulheres pensem como nós. Mas a essência feminina que nos une já existe e é preciso religar essa energia para que ela flua de forma permanente, formando uma rede de Luz…

 

Os 10 Passos para a Construção da Lealdade Feminina são:

1- FEMINILIDADE
Resgatar o feminino essencial e sagrado… Encontrar a harmonia e o equilíbrio interior, reconhecendo o nosso Feminino ancestral, e eliminar a mulher inventada pelo patriarcado.

2- ADMIRAÇÃO
Admirar e elogiar as outras mulheres, valorizar a Mulher… Não somos mais rivais, somos todas IGUAIS em essência feminina… Somos a imagem no espelho, refletida em todas as outras mulheres.

3- TOLERÂNCIA
Mesmo contraditórias, dissonantes ou discordantes, temos de relevar as nossas diferenças e nos unir… Valorizar essa essência feminina como fator de Igualdade, e nos irmanar.

4- SOLIDARIEDADE
Ser solidárias às outras mulheres, na nossa família, na nossa comunidade, bem como a todas as mulheres do mundo, além fronteiras. Deixar de ser a base de sustentação do machismo patriarcal.

5- INDEPENDÊNCIA EMOCIONAL
Caminhar e evoluir em direção à uma maturidade emocional, superando preconceitos patriarcais e crenças absurdas que foram construídas para nos aprisionar e nos manter submissas ao sistema patriarcal.

6- INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA
Não aceitar situações degradantes e humilhantes por dependência financeira. Buscar o seu próprio sustento e também a realização profissional, como elemento de base para a auto-valorização e auto-estima.

[products limit=”4″ columns=”4″ tag=”xamanismo, aromaterapia”]⠀

7- DISCERNIMENTO
Compreender e discernir os mecanismos de manipulação dos relacionamentos. Escolher relacionamentos saudáveis e abrir mão dos recursos escusos das mulheres patriarcais, como chantagens e joguinhos de sedução. Sair dessa programação e ser inteira, yin e yang.

8- DEDICAÇÃO
Dedicar uma parte sagrada do seu tempo em seu próprio desenvolvimento pessoal. Descobrir o Dom de cada uma, e realizar a Missão, que é usar o dom para ajudar a construir um novo modelo social, e ajudar a cuidar da Deusa Gaia…

9- COERÊNCIA
Ter uma atitude coerente no dia-a-dia… Procurar uma sintonia entre o pensamento, o discurso e a ação, e caminhar nessa direção… Buscar a harmonia, e uma conscientização profunda… Ser a mudança que deseja no mundo…

10- NOVAS PRÁTICAS
Apenas uma relação de idéias e textos, iniciativas e modelos de participação social… Buscar com a nossa prática concretizar o desejo de um novo modelo social, conhecendo as diferentes alternativas existentes e ajudando a criar novas maneiras de ser e estar … e cuidar de Gaia…

por Nana Odara: Manual Prático da Lealdade Feminina

 

Originally posted 2020-04-06 04:41:29.

O que você faz hoje influencia suas descendentes no futuro

Vamos admitir. Nós, mulheres, estamos construindo uma terra natal; cada uma com seu próprio lote de terra extraída de uma noite de sonhos, um dia de trabalho.

Estamos espalhando essa terra em círculos cada vez mais amplos, bem devagar.

Um dia, ela será uma terra contínua, uma terra ressuscitada de volta dos mortos. Mundo de la Madre, a terra natal psíquica, que coexiste e é equivalente em todos os mundos.

É um mundo feito da nossa vida, dos nossos gritos, do nosso riso, dos nossos ossos.

 

 

É um mundo que vale a pena criar, no qual vale a pena viver; um mundo em que predomina uma sanidade honesta e selvagem

Tenhamos em mente que não se pode esconder o que há de melhor.

A meditação, a instrução, todas as análises de sonhos, todo o conhecimento dos verdes campos divinos não têm nenhum valor se forem guardados para a própria pessoa ou para uma dúzia de escolhidos.

Portanto, apareça. Apareça, onde quer que esteja.

Deixe pegadas fundas porque você pode fazer isso.

Seja a velha na cadeira de balanço que embala uma ideia até que ela volte a remoçar.

Tenha a coragem e a paciência da mulher na história do urso da meia-lua, que aprende a ver além da ilusão.

Não se distraia queimando fósforos e fantasias como a pequena menina dos fósforos.

Não desista até encontrar a família à qual pertence, como o patinho feio.

Despolua o rio criativo para que La Llorona encontre o que lhe pertence.

Como a donzela sem mãos, deixe que o coração paciente a guie floresta afora.

Como La Loba, colha os ossos dos valores perdidos e cante para devolvê-los à vida.

Perdoe tanto quanto puder, esqueça um pouco e crie muito.

O que você faz hoje influencia suas descendentes no futuro.

As filhas das filhas das suas filhas irão provavelmente lembrar-se de você e, o que é mais importante, seguir seu exemplo.

Clarissa Pinkola Estés Mulheres que correm com os lobos

 

Originally posted 2020-04-03 10:39:43.

Mulher é força recém nascida

🔥 Intensidade 🔥
💞 Paixão 💞

Mulher é muito mais que uma gaveta cheia de histórias delicadas, de lágrimas imaculadas.
Muito mais que um bicho protetor, ameaçador e extremamente sensível.
Mulher é um céu cheio de sinais, entrelinhas, noites em claro e dúvidas.
Chora demais, beija demais, fala demais, ama demais. Nunca se dói de menos. Não por exagero, mas por contentamento mesmo.
Eu, por exemplo, vou escrevendo demais pra caber aqui dentro, só assim garanto o todo (que nunca é o resto).
Mulher é uma força recém – nascida de uma intuição.
Eu sou.
E não me deixo por nada.


🌺Despertar Feminino 💞 Tamaris Fontanella 🌺

#PriscilaRôde #despertarfeminino #saberesfemininos #saberesdethea #irmandadefeminina #irmandadedethea #circulodemulheres #sororidade #adorosermulher #femininosagrado #sagradofeminino #theaterapia #ancestralidadefeminina #medicinewoman #autoconhecimento #amosermulher #sisterhood #empoderamentofeminino #xamanismofeminino #mulheresxamanicas #terapiadamulher #meditação #medicinasfemininas #sacredmedicine

 

 

Originally posted 2020-03-25 20:19:14.

O silêncio é uma virtude! (Deusa Lara) – Devaneios da Deusa

– ” O silêncio é uma virtude!”

Como?

– Quando você fica em Silêncio deixa que uma parte do seu Chi (energia vital) se organize internamente, se comunique com você mesmo e assim, aprende a desenvolver a arte de falar sem perder energia.

Ahh mas é difícil!

– Não saber é muito incômodo para o ego, porque ele gosta de saber tudo, ter sempre razão e dar a sua opinião muito pessoal. Mas, na realidade, o ego nada sabe, simplesmente faz acreditar que sabe. Então ele é tagarela para mostrar o que sabe, quando sabe e como sabe só para ser reconhecido e amado!

– É por isso que um momento de Silêncio interno precede sempre um momento de decisão. O Silêncio desenvolve a confiança em si mesma e a Sabedoria. À medida que vamos adquirindo mais experiência de vida, vamos realmente compreendendo a importância que tem o silêncio e o quão fundamental é saber usá-lo nas alturas certas.

– Quando silenciamos podemos ouvir melhor.
– Quando silenciamos podemos sentir melhor.
– Quando silenciamos nos permitimos banhar por todos os sons e por todas as formas.

– Você tem o poder do Silêncio na sua vida?

_____________________________________________________

Roma possuía uma Deusa do Silêncio, que era venerada sob os nomes de Lara, Muta e Tácita.

Conta a lenda que esta era uma ninfa do Almo (ribeira que desagua no rio Tibre em Itália) e muito famosa tanto pela sua beleza quanto pela loquacidade.

Incapaz de guardar segredos, um dia viu-se em apuros por desafiar as ordens do grande Deus Júpiter, que lhe tinha pedido a ela e ás outras ninfas da ribeira ajuda e descrição para raptar a ninfa Juturna por quem estava apaixonado. Lara foi contar tudo a Juno, esposa do deus e este, irritado arrancou-lhe a língua e ordenou a Mercúrio, o mensageiro, que a levasse até Averno, a entrada do mundo infernal e reino de Plutão!

Mercúrio fascinado com a sua beleza, apaixonou-se e pelo caminho fez amor com ela. Nasceram duas crianças, conhecidas como Lares, deuses invisíveis e guardiões dos lares.

Era venerada pelos Romanos como a Deusa do silêncio, da maledicência e ao mesmo tempo uma das divindades do silêncio eterno (a morte).Também era considerada como a Guardiã dos segredos e juramentos e protegia os viajantes.

texto Tamaris Fontanella

Originally posted 2020-03-17 17:59:32.

Conviva com pessoas que faça você se ver melhor

Nem sempre é possível cortar relações com pessoas tóxicas, aí cabe a você descobrir um novo caminho para poder manter a sua saúde mental. Mas será que vale assim tanto a pena?

Se alguém que você convive só estimula o seu lado negativo a vir a tona: está na hora de repensar essa relação! Está na hora de mudar a forma como se coloca nessa relação.

Você luta tanto para ser uma mulher melhor, de encontrar luz nas suas sombras, de resinificar seus caminhos e claro de potencializar suas virtudes … então buscar mudar o que não está fluindo em sua vida é uma responsabilidade que só cabe a você!

É preciso impor limites para você para que o outro compreenda esses limites. A mudança parte sempre de dentro e nunca de fora.

Se dê o tempo para analisar a situação.

Se coloque como um eu observador de si mesma, de como reagiu com as trocas que fez nessa relação.

 

Se permita testar, experienciar, aos poucos a nova consciência.

E se a pessoa não crescer junto com você … você vai e ela fica: não tem jeito!

Te desejo hoje, amanhã e depois…
A todo momento e a cada instante!
A cada respiração aconchegante!
Que a felicidade entre, puxe uma cadeira e fique ao seu lado para sempre!

Então vamos puxar nossas cadeiras e nos desmanchar em muitos sorrisos!

🌺Despertar Feminino 🌿 Tamaris Fontanella 🌺


#despertarfeminino#saberesfemininos #saberesdethea#irmandadefeminina#irmandadedethea#circulodemulheres #sororidade#adorosermulher #femininosagrado#sagradofeminino #theaterapia#ancestralidadefeminina#medicinewoman #autoconhecimento#amosermulher #sisterhood#empoderamentofeminino#xamanismofeminino#mulheresxamanicas#terapiadamulher #meditação#medicinasfemininas

Originally posted 2020-02-27 12:56:12.

Decreto à Minha Essência

Eu me tenho e estou salva
Não busco salvar ninguém, apenas me abraçar, cada vez mais, infinitamente.
Não busco cumprir as tuas expectativas, pois estou tratando de cumprir as minhas.

Inteira. Não pelas minhas feridas. Já não desejo me completar na dor, no outro.

Agora olho para dentro e tudo o que pedi de fora, dou a mim mesma contenta: me amo, me aprovo, me respeito e confio em meu coração intuitivo, como também confio em minha mente universal. Porque me compreendi.


Realizei um pacto único de amor e fidelidade, onde a ansiedade, em seu amplo espectro, fica de fora.
Caminho lento e respiro, olhando com novos olhos esta nova forma de me relacionar comigo mesma, expectante, de meus próprios avanços, como uma fêmea, como uma loba.


Não permito que outro tenha a necessidade de se completar em mim, nem de se saciar em mim, nem beber de mim, senão tomar suavemente, o que eu ofereço como um presente de doce néctar.

Apenas, se assim for da sua vontade, você pode caminhar ao meu lado, como um ser integro, sano, sem expectativas tediosas que me façam afastar de quem eu sou.


Que eu não me converta naquela que vai sanar as tuas feridas, que eu não seja aquela que coroará as tuas ilusões. Eu não sou a tua sanadora, mas posso, com amor infinito ser tua acompanhante nessa travessia.


Hoje me tenho completa, não pela metade, por tanto não quero a tua metade.

Se você vai caminhar ao meu lado, que seja inteiro, sagrado, desde um espaço coerente, generoso, que some e não diminua, que alimente e nutra, que não debilite e não adoeça, porque eu não estou doente.


Eu estou vibrante e cheia de luz, estou consciente da minha força e da minha gratidão, mereço o que eu mesma sou. Hoje, estou completa e me tenho.


Me acolho e dou a minha divina criança interior tudo o que necessita.


Sou a minha própria mãe e posso me proteger, me cuidar e me tratar com doçura e ternura. Neste espaço dou lugar a Mãe que me deu a vida, e tiro das suas costas o peso da exigência, da expectativa, do que eu esperei receber dela.

Desde da minha própria maternidade, me entrego com amor e permito assim que esse infinito amor flua de volte para ela em um circuito sagrado, que brilhe em seus olhos quando te beijo, que brilhe a sua alma quando te honro.

Graças a ela que eu estou aqui. Valente guerreira que me deu o suspiro de vida.
Quando me sano, sano as minhas relações, meus ancestrais, meus pais. Ao sanar o feminino em mim, me sano junta a minha mãe, ao sanar o masculino em mim, me sano junto ao meu pai.


Ao fim, compreendo que quando deixo de colocar carga no outro eu descanso em mim, resinifico a relação com o meu pai e deixo de colocar nele, esse peso em suas costas. Ao sanar meu vínculo com a paternidade, libero todos os homens, que erroneamente projetei a relação debilitada que tive com meu pai, porque hoje entendo que estou completa e não preciso saciar em outros a carência equivocada. Estou inteira e estou a salvo.


Essa é a volta da vida e a grande reflexão que faço em minha Alma, quando consigo me ver, me abraçar e estar contente com isso.


Entender que as minhas avós vivem em mim e que todo o amor que preciso e que tanto tempo busquei em aprovações e relações, sempre estiveram dentro de mim.

Sou a faísca Divina, se abrindo ao Universo.

 

🌺Despertar Feminino 🌿 Tamaris Fontanella 🌺

inspirado no  Oráculo de la Energia Feminina do Decreto à minha Essência.


#despertarfeminino#saberesfemininos #saberesdethea#irmandadefeminina#irmandadedethea#circulodemulheres #sororidade#adorosermulher #femininosagrado#sagradofeminino #theaterapia#ancestralidadefeminina#medicinewoman #autoconhecimento#amosermulher #sisterhood#empoderamentofeminino#xamanismofeminino#mulheresxamanicas#terapiadamulher #meditação#medicinasfemininas

Originally posted 2020-01-30 10:53:18.

Amadurecendo a Natureza Ingênua

A natureza ingênua começa a amadurecer, quando possa a questionar.

“O que está por trás do visível?
O que faz com que aquela sombra cresça na parede?”

A natureza jovem e ingênua começa a compreender que, se existe algo de secreto, se existe algo de sombrio, se existe algo de proibido, é preciso que ele seja examinado.


Somos ingênuas em todos os começos de nossas jornadas.

Mas, chega um momento em que a ilusão, o sonho encantado, precisa tomar forma e seguir uma direção para alcançar o seu propósito. E daí, é hora de crescer!

O que permeia esse crescimento não é nada fácil. Temos que deixar para trás uma mulher sonhadora e tomar rédeas de muitas de nossas limitações e dominar muitos medos.

Aquelas que quiserem desenvolver a consciência perseguem tudo que fica por trás do que é facilmente observável: o gorjeio invisível, a janela suja, a porta que range, uma fresta de luz por baixo da soleira. Elas perseguem esses mistérios até que a substância da questão lhes seja revelada.

 

Porém, a única forma de crescer e voltar-se a si mesma e encontrar uma potência interior que direciona seus caminhos para seus objetivos.


A capacidade de suportar o que se vê é a visão vital que faz com que a mulher volte a sua natureza profunda, para ali receber sustentação em todos os pensamentos, sentimentos e atos.


 

🌺Despertar Feminino 🌿 Tamaris Fontanella 🌺


#despertarfeminino#saberesfemininos #saberesdethea#irmandadefeminina#irmandadedethea#circulodemulheres #sororidade#adorosermulher #femininosagrado#sagradofeminino #theaterapia#ancestralidadefeminina#medicinewoman #autoconhecimento#amosermulher #sisterhood#empoderamentofeminino#xamanismofeminino#mulheresxamanicas#terapiadamulher #meditação#medicinasfemininas #alcathea #mulheresquecorremcomoslobos

Originally posted 2020-01-25 10:37:03.

Não me permito a uma vida rasa

Eu nunca fui uma moça bem-comportada.

Pudera, nunca tive vocação pra alegria tímida, pra paixão sem orgasmos múltiplos ou pro amor mal resolvido sem soluços.

Eu quero da vida o que ela tem de cru e de belo.

Não estou aqui pra que gostem de mim.

Estou aqui pra aprender a gostar de cada detalhe que tenho.

E pra seduzir somente o que me acrescenta.

Adoro a poesia e gosto de descascá-la até a fratura exposta da palavra.

A palavra é meu inferno e minha paz.

Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que me deixa exausta.

Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo.

Mas também sei chorar toda encolhida abraçando as pernas.

Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa.

Venha a mim com corpo, alma, vísceras, tripas e falta de ar…

Eu acredito é em suspiros, mãos massageando o peito ofegante de saudades intermináveis, em alegrias explosivas, em olhares faiscantes, em sorrisos com os olhos, em abraços que trazem pra vida da gente.

Acredito em coisas sinceramente compartilhadas.

Em gente que fala tocando no outro, de alguma forma, no toque mesmo, na voz ou no conteúdo.

Eu acredito em profundidades.

E tenho medo de altura, mas não evito meus abismos.

São eles que me dão a dimensão do que sou.

🌺Despertar Feminino 🌿 Tamaris Fontanella 🌺

⠀Texto: Marla de Queiroz

Originally posted 2020-01-17 10:34:06.

As escolhas que nos fazem bem – Devaneios da Deusa

A nossa vida é feita de caminhos. Os caminhos são determinados pela escolha que fazemos,  escolhas do que ter, onde ir, o que fazer …. assim colocamos a nossa Essência, nossa Alma, para co-criar uma realidade.

Muitas oportunidades são nos dadas nessas escolhas, boas ou más, estão ali.

– Mas o que determina que elas serão boas ou más? Porque nem tudo é tão certo ou tão errado, tudo tem seu meio termo …

O que determina para você a escolha certa é a consulta aos seus valores e aos seus propósitos.

Em um artigo anterior eu falei nosso o nosso anseio de “querer” e de encontrar respostas para firmar nosso propósito de realizar o querer. Nossa irmã Lívia Correia também colocou em poesia o que Move o Querer. E a Andressa já dissertou sobre nossas raízes e valores. Ahh e eu falei sobre o querer saber demais com o auxílio da Baba Yaga. Dá uma chegadinha nesses links para complementar seus saberes depois de ler esse texto!

Voltando as escolhas, tendemos em nossa vida a olhar para só um caminho se esquecendo que nos apossamos de vários papeis em nosso vida. Na família, na escola, no trabalho, no relacionamento … temos papeis como mãe, pai, filha, aluna, terapeuta, professora, namorada, mulher, amante, amiga, conselheira … papéis que nos são atribuídos inserindo posturas que determinam caminhos e que agarramos para estar no tempo e espaço presente e expressar quem somos.

 

Escolhemos Estar e Ser em todos esses caminhos, fazemos escolhas constantemente para não neglicenciar a nossa Essência e não nos perder de nossos valores.

Quando fazemos escolhas por prioridades é aí que perdemos as oportunidades. Quando priorizamos mais uma área que outra em nossa vida negligenciamos outra e assim e não com a concatenação onde todas se encontra.

Nenhum caminho deve se sobrepor ao outro! Seja Sábia!

Bjus de Luz
NamasThea!
Original de 30 de Maio de 2017
Você sabia que os caminhos que você já trilhou são ferramentas que podem ajudar outras mulheres?
Que da simplicidade da sua vida, dos obstáculos que já superou e das conquistas que você já teve existem potências que fariam a diferença na vida de outras mulheres?
Que elas precisam dos saberes que você já tem?
texto Tamaris Fontanella
#despertarfeminino #devaneiosdadeusa #arquétipos
#sagradofeminino #femininosagrado #saberesfemininos

(1) Pedro Calmon (2) Jean Shinoda Bolen

Se escolher amar uma mulher desperta

Se escolher amar uma mulher desperta, entenda que estará entrando em um território novo, radical e exigente.

Se escolher amar uma mulher desperta não poderá continuar adormecido.

Se escolher amar uma mulher desperta cada parte da sua alma será despertada, não apenas seus órgãos sexuais, mas também seu coração. Mas, se pretende uma vida normal, siga com uma mulher normal.

 

Se deseja uma vida dócil, encontre uma mulher que decidiu ser submissa.

Se deseja apenas mergulhar o dedo do pé nas águas que correm de Shakti, mantenha-se com uma mulher correta, que ainda não mergulhou na fúria do oceano sagrado feminino.

 

É fácil amar uma mulher que ainda não ativou seus poderes sagrados internos, porque ela nada exigirá.
Ela não te porá à prova.
Ela não exigirá que te tornes o mais alto Ser que podes ser.
Ela não acordará as partes esquecidas e anestesiadas do seu Espírito pedindo que se lembre que há mais possibilidades de vida do que isso.
Ela não vai olhar fundo em seus olhos cansados e enviar raios de Verdade através do seu corpo, balançando-o acordado e sacudindo seus desejos perdidos há muito dentro de você.
Se isso não for suficiente para você – se o seu coração, corpo e espírito anseiam pela “Outra Mulher” – então deve saber que está prestes a transformar a alma. Deve saber que está fazendo uma escolha séria com consequências cármicas. Pois, se decidir adentrar a aura e o corpo de uma mulher cujo fogo espiritual está queimando, então saiba que estas ansiando por um certo nível de risco e perigo, com o propósito de crescer. Uma vez que começa a amar uma mulher dessa natureza você deve aceitar a responsabilidade.

Sua vida não será mais confortavelmente sonolenta o tempo todo. Sua vida não permitirá que fique preso aos velhos sulcos e rotinas estagnadas, pois ela – A Vida – assumirá radicalmente novo sabor e aroma.

Você será inflamado pela presença do selvagem feminino e irá sintonizar-se com o chamado Divino.

A escolha de ser sexualmente e amorosamente íntimo de uma mulher desperta, é para os homens que precisam de coragem para caminhar sem medo do desconhecido. Mas esse homem, vai colher recompensas além da compreensão da sua mente. Ela o levará a mundos desconhecidos de mistério e magia. Ela vai levá-lo hipnotizado e meio entorpecido de amor, às florestas selvagens do êxtase sensual e de admiração. Ela não vai fugir da sua “escuridão”, porque a sua escuridão não vai assustá-la. Ela falará palavras que a sua alma entende.

É um risco enorme amar uma mulher desperta, porque de repente não há um lugar para se esconder.

Ela vê tudo, para que ela possa amar com profundidade.

Amar uma mulher como essa é escolher começar a viver com a sua alma no fogo. Sua vida nunca mais será a mesma, uma vez que convidou essa energia para entrar.

Certifique-se, caso escolha amar uma mulher desperta de que escolheu por não passar o resto da vida olhando para trás sobre o seu ombro, tentando enxergar mais uma vez a visão turva de mistério feminino que desapareceu de sua vista. Pois ela terá voltado para as estrelas e galáxias distantes do céu…de onde ela veio
(texto de Sophie Bashford)

Postado em 26 de dez de 2015

Nossas Feridas Sagradas

Compreender o Sagrado Feminino não é o mesmo conseguir viver de sua natureza de forma íntegra.

Somos seres em constante evolução, muitas de nós temos feridas sagradas que as vezes doem e sangram.

O Reencontro com o Poder Sagrado Feminino muitas vezes acontece quando a energia dessas feridas sagradas estão em jogo, quando vivenciamos as profundezas de nossa natureza e necessitamos exercitar o amor sem limites para conosco em nossa cura.

É a nossa natureza Sagrado Feminino que nos ajuda a liberar das feridas profundas lutas internas que estão atrás de nossos estados de insatisfação.

Nossa compaixão, primeiro para nós mesmos, e, em seguida, para outros, é o bálsamo curativo que precisamos.

Parece fácil, sabemos que não é? Mas o caminho só é alcançado quando temos compaixão.

Resistir a compaixão é paralisar nossa verdadeira natureza divina, brincar de esconde esconde com nós mesmas!

Há quatro áreas em que tendem a ficar presos por nossos gatilhos

1) dificuldade em se render à nossa sabedoria interna, a nossa xamã, nossa parte mais divina,

2) a possibilidade de aceitar como as coisas são como são, o de enxergar verdadeiramente o que vemos sem véus .. um se ou acho que,

3) ter uma relação saudável e um relacionamento com nossos desejos mais fortes,

4) a vontade de se comprometer com o nosso verdadeiro propósito de estar aqui, nossas expressões de alegria e amor.

E que assim, hoje, você tenha um momento de seu dia para olhar com carinho a si mesma e possa cuidar com muito afeto de alguma dessas feridas.

Luz e Amor

Tamaris Fontanella

Divina Joia do Lótus

Fazei de mim instrumento de Tua Compaixão

Que vossa Divina Misericórdia

Resplandeça em meu coração hoje e sempre.

Eu reverencio minha Divina Compaixão

Que flua em meu coração na forma Da Divina e Eterna Canção:

“OM MANI PADME HUM”

“OM MANI PADME HUM”

“OM MANI PADME HUM”

OM, OM, OM

Postado em  4 de fev de 2016

Mulher Medicina

Reconhecer – se mulher medicina requer um preparo.
Este preparo envolve um todo.
Intelectual, Psicológico, Energético…

Para despertar a mulher medicina que há em você, primeiro, é preciso se enxergar mulher.
Re-significar as dores, as opressões…

Trazer para uma nova ótica e entender que tais coisas, tais fatos que te feriram não é da sua essência.
A essência da mulher vai além.

É mergulhar nas profundezas mais recolhidas de seu ser e buscar as fontes de beleza que mãe terra te presenteou.
Lá nos nossos recursos mais profundos, guardados como tesouros secretos – e que realmente são – está a conexão com a Grande Mãe com a essência de ser Mulher.

Mergulhar nas profundezas do seu ser e desabrochar mulher.
Mulher em essência.
Que observa além, que escuta além.

Além do olhar ferido do outro que outrora já nos feriu.
E ao re-significar isso, descobre o seu primeiro feixe de cura: O olhar do amor…

…Por si!

Serpente e a Lua

Por Lívia Correia

postagem original de  17/02/2017

Conheça a rede da Theaterapia